PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Veja o que reabre em Fortaleza a partir de segunda e o que está previsto para as semanas seguintes

Igrejas, restaurantes, agências de publicidade e esporte ao ar livre estão entre as atividades que poderão retornar agora. Confira as várias fases do plano de retomada

12:57 | 20/06/2020
Movimentação no entorno do IJF, em Fortaleza (Foto: Fabio lima)
Movimentação no entorno do IJF, em Fortaleza (Foto: Fabio lima)

Começa segunda-feira, 22 de junho (22/06), a segunda fase de reabertura das atividades econômicas em Fortaleza, após o isolamento em função da pandemia do novo coronavírus.

Enquanto a reabertura avança em Fortaleza, Juazeiro do Norte entra em isolamento social rígido, o chamado lockdown. Sobral, que já estava nessa situação, segue no mesmo estágio. Municípios da Região Metropolitana de Fortaleza, que estavam na Fase de Transição e onde também há redução dos números, entram na Fase 1. O resto do Ceará permanece em transição.

Serão liberados a funcionar os restaurantes, mas apenas no horário de 9 às 16 horas e com 40% dos funcionários presencialmente. Igrejas também poderão abrir, com até 20% da capacidade.

Agências de publicidade, serviços de advocacia e contabilidade estão entre os ramos que iniciam o retorno presencial. E setores que já haviam iniciado a retomada agora poderão ter 100% de funcionamento. Casos da cadeia da construção civil e do setor de couros e calçados.

Atividades esportivas individuais ao ar livre serão permitidas. O funcionamento de academias segue proibido.

O anúncio foi feito no início da tarde deste sábado, em live do governador Camilo Santana (PT) com o prefeito Roberto Cláudio (PDT).

Veja o que volta a partir de segunda e em qual volume:

Plano de reabertura por fase
Plano de reabertura por fase (Foto: GOVERNO DO CEARÁ)

Qualquer tipo de aglomeração segue proibido em todo o Ceará. Uso de máscaras permanece obrigatório.

A reabertura em Fortaleza começou em 1º de junho (01/06), com fase de transição. A segunda fase deve durar pelo menos 15 dias. A depender dos indicadores, a fase 3 começa em 6 de julho, condicionada à continuidade do recuo da pandemia de Covid-19 na Capital.

Confira o que poderá reabrir em cada fase:

Clique na imagem para abrir a galeria

A fase 4, também condicionada aos resultados do combate ao coronavírus, poderá ocorrer a partir de 20 de julho, a depender das condições até lá.

As fase são definidas baseadas nos seguintes critérios:

1. Riscos sanitários

Primeira fase = Baixo risco

Quarta fase = Alto risco

2. Aspectos econômicos e sociais

Primeira fase = Alto impacto

Segunda fase = Baixo impacto 

O Governo do Estado já havia antecipado que o retorno da escolas, nas redes privada e pública, deverá fazer parte da última fase de abertura das atividades não essenciais no Ceará.

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >