PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Entenda os diferentes tipos testes para Covid-19 e saiba onde encontrá-los

Especialista explica as particularidades e como funcionam os testes rápidos e RT-PCR

12:57 | 09/06/2020
No Ceará, estabelecimentos estão realizando a venda do teste rápido de diagnóstico da Covid-19  (Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado )
No Ceará, estabelecimentos estão realizando a venda do teste rápido de diagnóstico da Covid-19 (Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado )

A importância das testagens em massa é reforçada desde o início da então epidemia de Covid-19 no mundo. No Brasil, o Ceará é o estado que mais realiza testes já são 156.211 exames, indica a plataforma IntegraSUS, atualizada às 9h25min desta terça-feira, 9. Deles, 88.905 são testes rápidos, 62.634 são RT-PCR e 4.361 são sorológicos. Mas qual a diferença entre eles?

Existem dois pontos principais de distinção. Primeiro é o período de aplicação e tempo de retorno entre os testes. O RT-PCR, por exemplo, deve ser aplicado do terceiro ao sétimo dia de aparecimento dos sintomas, mas demora de 24h a 48h para apresentar resultados. Enquanto isso, os testes rápidos só funcionam após dez dias com sintomas, apesar de apresentarem resultados de 15 minutos a uma hora.

Segundo, a assertividade dos testes é variada. O RT-PCR é o mais eficaz e funciona como diagnóstico precoce, já que ele identifica o material genético do vírus no corpo humano. Enquanto isso, os testes rápidos identificam presença de anticorpos ou de antígenos (proteínas do vírus) em amostras de sangue da pessoa testada, podendo apresentar falsos negativos por diversos fatores.

LEIA TAMBÉM | Ceará registra 67.604 casos de Covid-19 e 4.217 óbitos pela doença; mais de 48 mil já se recuperaram

Entendendo o RT-PCR

O RT-PCR é o mais assertivo para diagnóstico da Covid-19. De acordo com Cristina Moreira, diretora do Núcleo de Biologia Estrutural (Nubex) da Universidade de Fortaleza (Unifor), ele é considerado o “padrão-ouro” por detectar o material genético do Sars-Cov-2 nas amostras analisadas, obtidas por swab do nariz ou garganta.

A especialista explica que o teste deve ser solicitado no início da doença, do terceiro ao sétimo dia com sintomas, momento em que a carga viral é alta, facilitando a probabilidade de diagnóstico correto. No Ceará, os laboratórios autorizados a realizar os exames são o Laboratório Central de Saúde Pública o Ceará (Lacen-CE), o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), o Nubex da Unifor e o Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento de Medicamentos (NPDM) da Universidade Federal do Ceará (UFC). 

Entendendo os testes rápidos

No mercado, existem dois tipos de testes rápidos. Um identifica as proteínas do vírus (os antígenos), e outro detecta a presença de anticorpos na amostra. Segundo Cristina, os mais utilizados no Brasil são os que identificam os anticorpos específicos contra a Covid-19. “É um procedimento simples, rápido e de fácil interpretação em amostras de soro, plasma ou sangue total utilizando métodos imunocromatográficos”, explica.

Imunocromatográfico é um tipo de teste em que uma fita de nitrocelulose reage ao sangue coletado na amostra, indicando a presença ou não de anticorpos. Visualmente, essa reação é apresentada em uma linha colorida formada por anticorpos IgG ou IgM. “A presença desta linha indica um resultado positivo e a sua ausência indica um resultado negativo”, orienta a especialista.

Como os testes rápidos trabalham com anticorpos, eles são indicados para após dez dias do aparecimento de sintomas. É o tempo médio em que o sistema imunológico humano começa a combater o vírus: “O tempo de aparecimento dos anticorpos no sangue e em outros fluidos é variável de indivíduo para indivíduo e parece ser influenciado pela gravidade do quadro clínico”, alerta a diretora do Nubex. Em pessoas assintomáticas e que apresentam um quadro leve da doença, por exemplo, a produção de anticorpos pode ser diminuída e dificultar a detecção.

Além disso, resultados falsos positivos ou negativos podem ocorrer em diferentes contextos, em especial quando as amostras são coletadas antes do décimo dia após o início da doença. “A solicitação do tipo de teste correto e a interpretação dos resultados correlacionando com a [condição] clínica do paciente são fundamentais”, reforça.

LEIA TAMBÉM | Prefeitura de Fortaleza e Governo do Ceará farão mais de 9 mil testes rápidos em domicílios

No mundo, 153 drogas e vacinas são testadas em pacientes com Covid-19

O que são IgM e IgG?

IgM e IgG são anticorpos que têm a função de reconhecer, neutralizar e marcar antígenos para que o organismo humano os elimine. Por isso, existem anticorpos específicos para cada antígeno. Na corrente sanguínea vários anticorpos responsáveis por diferentes microorganismos circulam constantemente. Os testes rápidos para Covid-19 detectam apenas os relacionados ao Sars-Cov-2. A doutora Cristina Moreira elenca:

IgM – imunoglobulina da classe M: é considerada um marcador para a fase aguda da doença e começa a ser produzida entre cinco e sete dias após a infecção pelo vírus.

IgG – imunoglobulina da classe G: é um anticorpo mais específico que permanece circulando mesmo após o fim da fase aguda, indicando que a pessoa está, em tese, protegida de futuras infecções provocadas pelo agente causador da doença. Ainda não se sabe o grau de proteção conferido pela IgG contra a Sars-Cov-2 e se a imunidade será permanente ou não.

LEIA TAMBÉM | Presença de anticorpos não significa imunidade à Covid-19, diz especialista em coronavírus

Onde testar

Farmácias Extrafarma - Fortaleza
Onde: avenida Desembargador Moreira, 1741 - Aldeota
Valor: R$ 199, com agendamento prévio
Contato: Whatsapp ou telefone no número (85) 9 9112.7892

Farmácias Pague Menos - Fortaleza
Onde: Loja 1 - rua Senador Pompeu, 1520; Loja 1000 - avenida Santos Dumont, 2284 / ou a domicílio
Valor: R$ 193 na loja ou de R$ 273 na residência do cliente
Contato: 0800 022 8282

Farmácia Santa Branca - Fortaleza
Onde: avenida Central, 190 - bairro Cidade 2000
Valor: R$ 189, com agendamento prévio
Contato: (85) 3249.2000

Farmácias Santa Maria - Quixeramobim
Onde: rua Teixeira de Freitas, 262; rua Abílio e Silva, 211; rua da Cruz, 253 / ou a domicílio
Valor: R$ 250, com agendamento prévio
Contatos: (88) 3441.0788, (88) 3441.0363 ou (88) 3441.1666

Testes rápidos para coronavírus estão sendo oferecidos em Fortaleza

Laboratório São Carlos - Fortaleza e Região Metropolitana
Onde: avenida Pontes Vieira, 2511 - Dionísio Torres / ou a domicílio
Quais: Teste rápido imunocromatográfico e sorológico
Valor: R$ 280 (imunocromatográfico) ou R$ 320 (sorológico)
Acréscimo domicílio: R$ 50 (Fortaleza) e R$ 100 (Região Metropolitana)
Contatos: (85) 4009.1616 e WhatsApp (85) 9 9211.4835

Laboratório Clementino Fraga - Fortaleza
Valor: R$ 240
Solicitação do serviço: (85) 3466.7877

Laboratório Argos - Fortaleza
Teste RT-PCR, com agendamento
Onde: Av. Santos Dumont, 5753 - Papicu / ou a domicílio
Valor: R$ 350 + taxa de R$ 50 para domicílio
Contatos: (85) 3486.3150 ou (85) 9 9815.1616