PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Unifor inicia testes para Covid-19 em amostras coletadas nas unidades de saúde do Estado

A Unidade já está analisando 100 amostras de casos suspeitos de Covid-19; os resultados são emitidos em prazo de 24 a 48 horas

12:56 | 06/05/2020
Ainda existe a expectativa de a Unidade expandir a produtividade e realizar até seis mil exames por mês.  (Foto: Divulgação/Unifor)
Ainda existe a expectativa de a Unidade expandir a produtividade e realizar até seis mil exames por mês. (Foto: Divulgação/Unifor)

A Universidade de Fortaleza (Unifor) integra a partir dessa terça-feira, 6, o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) e o Laboratório Central de Saúde Pública do Ceará (Lacen-CE) nos diagnósticos laboratoriais de Covid-19. O objetivo da Unidade de Diagnóstico Covid-19 – Unifor é analisar três mil testes por mês com resultado emitido em prazo de 24 a 48 horas.

A Unidade funcionará todos os dias sem interrupções utilizando dois Sistemas de PCR quantitativo em tempo real. O equipamento é o utilizado para a técnica RT-PCR, que identifica a carga genética do vírus no corpo do paciente. De acordo com a diretora do Núcleo de Biologia Estrutural da Unifor (Nubex) Cristina Moreira, a instituição já recebeu cem amostras do Lacen para análise.

Ela explica que as amostras são coletadas por swab, do nariz ou da garganta, nas unidades de saúde e então enviadas à Unidade. “O ideal é que [a coleta] aconteça no início dos sintomas, no terceiro dia de sintomas até no máximo o décimo dia. Depois disso o método não é mais indicado porque diminui a carga viral”, afirma a diretora.

A RT-PCR é a técnica referência da Organização Mundial da Saúde (OMS) para diagnóstico precoce de Covid-19, pela alta sensibilidade e especificidade. A partir das amostras, os especialistas extraem o material genético dela e começam a procurar pela presença do material genético do Sars-Cov-2.

A Unifor conta com 20 profissionais de nível superior com experiência na técnica para trabalhar na análise. Ainda existe a expectativa da Unidade de ampliar a produtividade para realizar até seis mil testes de Covid-19 por mês, afirma a instituição em nota.