PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Igrejas reabrirão com 20% da capacidade na fase 2, prevista inicialmente para 22 de junho

Veja os passos para reabertura das igrejas e demais espaços religiosos

Bemfica de Oliva
19:21 | 28/05/2020
Devido à quarentena, tradicional missa realizada em 13 de maio aconteceu a portas fechadas (Foto: JÚLIO CAESAR)
Devido à quarentena, tradicional missa realizada em 13 de maio aconteceu a portas fechadas (Foto: JÚLIO CAESAR)

Os passos iniciais retomada das atividades religiosas no Ceará está prevista para a fase 2 de reabertura, conforme o plano apresentado pelo Governo do Estado nesta quinta-feira, 28. A fase 2 de reabertura é projetada para 22 de junho (22/06), mas depende ainda do resultado das etapas prévias quanto aos indicadores de saúde. Nesse primeiro momento de retomada, é previsto que os templos tenham no máximo 20% da capacidade.

Na fase 3, as celebrações poderão ter 50% da capacidade. Ela é prevista para 6 de julho, a depender do sucesso das fases prévias. Na fase 4, as cerimônias religiosas poderão ter capacidade ampliada, mas ainda seguindo protocolos de segurança. Isso seria a partir de 20 de julho.

Reabertura da economia

O plano de reabertura da economia foi apresentado nesta quinta-feira, 28 de maio (28/05), pelo Governo do Estado. A transição começa nesta segunda-feira, 1º de junho (01/06).

VEJA AS ATIVIDADES QUE RETORNAM EM CADA FASE

Na transição, reabrem lojas ligadas a material de construção, barbearias, manicures e salões de beleza, indústria têxtil e de calçados, fabricação de eletrodomésticos, indústria automotiva, retorno dos treinos esportivos e dos times de futebol "participantes da final do Campeonato Cearense".

A fase 1 está prevista para 8 de junho (08/06). Tem previsão de duras 14 dias. As fases seguintes serão avaliadas conforme o resultado gradual. Cada fase terá 14 dias de duração. Se tudo correr conforme o esperado, o cronograma será:

1º de junho - transição

8 de junho - fase 1

22 de junho - fase 2*

6 de julho - fase 3*

20 de julho - fase 4*

*Datas das fases 2, 3 e 4 dependem da avaliação dos resultados das fases prévias.

Veja o que retorna a cada fase:

Clique na imagem para abrir a galeria

A reabertura ocorrerá em quatro fases, com atividades econômicas definidas em cada fase e com percentual de cada atividade que poderá funcionar. Haverá testes nas empresas, avaliação da taxa de transmissibilidade. Cada atividade terá protocolos de segurança a seguir.

As fase são definidas baseadas em critérios que O POVO havia antecipado:

1. Baseado em riscos sanitários

Primeira fase = Baixo risco

Quarta fase = Alto risco

2. Baseado em aspectos econômicos e sociais

Primeira fase = Alto impacto

Segunda fase = Baixo impacto

Camilo anunciou a renovação do decreto de isolamento social em todo o Estado. Por recomendação da Secretaria da Saúde, será sugerido ou determinado que alguns municípios do Interior adotem isolamento mais estrito, como ocorreu na Capital.

O secretário da Saúde, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o doutor Cabeto, disse que o isolamento causou redução significativa do número de casos de Covid-19 e também do número de óbitos.

Camilo Santana antecipou que o retorno da escolas, nas redes privada e pública, deverá fazer parte da última fase de abertura das atividades não essenciais no Ceará.