PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Pequenos blocos de atividades físicas ao longo do dia são importantes para manter a saúde

Separar um momento para o exercício é fundamental para fazer um estresse muscular benéfico, mas a falta de tempo pode ser usado como desculpa para não praticar nada

Júlia Duarte
15:51 | 19/05/2020
Confira as dicas de como se movimentar no dia a dia (Foto: Reprodução/Instagram)
Confira as dicas de como se movimentar no dia a dia (Foto: Reprodução/Instagram)

Entre os relatos do isolamento social, principalmente com o fechamento de academias, estão atividades que demandam muito tempo de uma pessoa deitada ou sentada. Segundo recomendações da Organização Mundial de Saúde, são necessários 150 minutos de execícios físicos moderados por semana ou 75 minutos semanais de forte intensidade. Separar, por exemplo, 30 minutos ao dia é eficaz, mas fracionar ainda mais ao longo do dia e com atividades simples pode melhorar a saúde.

Isto é o que explica o projeto de extensão Liga do Pulmão do Departamento de Fisioterapia da Universidade Federal do Ceará (UFC). Trabalhando para esclarecer a população e ajudar na área da fisioterapia respiratória, o grupo organizou dicas com atividades que podem ser encaixadas no dia a dia e vão colaborar para uma vida mais saudável na quarentena.

Leia também | Projeto da Rede Cuca disponibiliza aulas de dança on-line durante quarentena

Academias e professores realizam aulas de dança pelas redes sociais

Academia disponibiliza treinos, dicas de nutrição e tira dúvidas por meio de redes sociais

Bombeiros realizam videoaulas de dança e exercícios físicos

A principal orientação é evitar passar muito tempo seguido em comportamentos sedentários, entre eles, período contínuo assistindo a filmes, lendo livros ou usando o computador. Além disto, é importante que as pessoas façam pausas ativas, ou seja, breves períodos no decorrer do dia vão facilitar atingir a meta determinada pela OMS.

O professor Rafael Mesquita, do Departamento de Fisioterapia da UFC, explica que tirar um momento para fazer o exercício é importante e ajuda a saúde, mas, muitas vezes, a falta de tempo pode ser um desculpa para não tornar a atividade um hábito. "O importante é fazer alguma coisa. Quando a gente passa essa recomendação de 150 minutos por semana ou 30 minutos por dia, a pessoa já alega: 'eu não tenho tempo ou é muito difícil'", comenta ele.

Segundo o professor, o que importa é o volume da atividade, não, necessariamente, o tempo investido. Fracionar o período e tornar divertido pode ajudar a deixar mais atrativo o momento. "Alguns estudos verificaram que, mesmo o indivíduo garantindo aqueles 30 minutos por dia, se ele passar o restante em comportamento sedentário, por exemplo, sentado atrás de um computador, trabalhando, isso tem um impacto na saúde dele", alerta.

Confira pequenas atividades para preencher no seu dia 

Dançar;

Brincar com as crianças;

Limpar a casa;

Cuidar do jardim;

Se receber uma ligação, aproveitar para ficar em pé e andar pela casa enquanto fala;

Pegar as escadas em vez do elevador;

Se andar de ônibus, descer uma parada antes ou se for de carro estacionar longe do destino;

Aproveitar exercícios online, muitos gratuitos.

Clique na imagem para abrir a galeria

Para a prática, é aconselhado que a pessoa respeite as limitações do corpo e tenha cuidado ao realizar as atividades. Comece com exercícios leves. Além disso, o ideal é um ambiente com boa ventilação para fazer as atividades, usando roupas e sapatos adequados. O projeto aconselha ainda uma boa hidratação e uma alimentação balanceada.