PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Projeto da Rede Cuca disponibiliza aulas de dança on-line durante quarentena

Aulas acontecem de terça a sexta-feira, às 17 horas, no perfil oficial da Coordenadoria de Juventude, no Instagram

Gabriela Feitosa
12:59 | 18/05/2020
Imagem da época que as aulas aconteciam de forma presencial. Projeto precisou ser adaptado devido pandemia (Foto: Divulgação/Assessoria)
Imagem da época que as aulas aconteciam de forma presencial. Projeto precisou ser adaptado devido pandemia (Foto: Divulgação/Assessoria)

De axé ao pop, quem está de quarentena pode aproveitar, de forma gratuita, as aulas de dança on-line no perfil oficial da Coordenadoria de Juventude de Fortaleza no Instagram. O projeto, que já acontecia presencialmente, foi adaptado com objetivo de manter em movimento quem está isolado devido pandemia do novo coronavírus.

As aulas acontecem de terça a sexta-feira, às 17 horas. As atividades são ministradas pela professora de dança Nazi Marks. "A professora Nazi sempre está passando as coreografias de forma interativa, convidando os alunos a participar e apresentar suas danças. Além disso, ela traz convidados, profissionais da área da dança, para dinamizar", conta Janaína Barros, coordenadora de Artes e Biblioteca da Rede Cuca.

De acordo com Janaína, o projeto atendia em média 300 pessoas por dia, entre crianças, jovens, adultos e idosos. Segundo a Prefeitura, o objetivo da iniciativa é incentivar as pessoas que estão em suas casas, devido à pandemia do novo coronavírus, a se exercitarem de uma forma divertida. Durante a aula, que conta com ritmos como axé e pop, os alunos podem interagir entre si e com a professora, além de ter um tira-dúvidas ao final de todas as aulas.

O projeto acontece desde o dia cinco de maio e não há previsão para término. A professora Nazi criou uma grade de atividades para a semana:

- às terças-feiras aulas de passo a passo com três coreografias;
- quarta e quintas-feiras a instrutora recebe como convidados alunos que já acompanhavam a Nazi e também outros professores de ritmos;
- na sexta-feira acontece um compilado das coreografias já ensinadas durante toda a semana.

Para o professor de Educação Física do Instituto de Educação Física e Esportes da Universidade Federal do Ceará (Iefes), Alexandre Medeiros, a atividade física "nunca foi tão bem falada como nesse momento de quarentena". Ele considera um motivo importante para esse fator: manter o emocional equilibrado. "A atividade física tem um poder muito importante nesse quesito. Mais do que aptidões físicas, manter hábitos saudáveis é essencial", explica Alexandre.

Leia também | Academias e professores realizam aulas de dança pelas redes sociais

Academia disponibiliza treinos, dicas de nutrição e tira dúvidas por meio de redes sociais

Bombeiros realizam videoaulas de dança e exercícios físicos

O professor alerta para os cuidados durante prática, a fim de evitar lesões. Para ele, equilíbrio na dose é uma dica valiosa: "atividade física de maneira intensa tende a diminuir a imunidade pós-treino. A ideia é fazermos a atividade de forma moderada", reforça.

Alexandre recomenda as lives de atividades físicas, como a dança, mas alerta para a importância de um profissional guiando esse processo de forma responsável. "É possível que a gente consiga atingir uma boa eficácia. Obviamente que não se compara com o presencial, mas diante da situação é muito melhor que consigamos fazer dessa maneira do que não fazer", argumenta.

Em relação às pessoas do grupo de risco, o professor Alexandre recomenda ainda mais acompanhamento profissional, mesmo que por teleatendimento. "Especialmente idosos e pessoas com comorbidades. Elas precisam estar guardadas e continuar fazendo atividades, mas não da maneira como faziam antes", conta o profissional. Ele continua: "A gente vê um "boom" de pessoas mostrando seu treino. É preciso ter cautela com isso, porque esse treino não é para você".

Com a ajuda de um profissional de Educação Física, mesmo que por teleatendimento durante essa quarentena, os exercícios físicos serão descritos a partir de suas necessidades e limitações.

Serviço

Aulas de dança on-line
Quando: de terça a sexta-feira, às 17 horas
Onde: Instagram @juventudefortaleza