Participamos do

Netflix: Set de "The Crown" é roubado e prejuízo é de R$1 milhão

De acordo com o portal estadunidense Variety, o set de filmagens de "The Crown" teve vários itens roubados, incluindo joias
17:27 | Fev. 24, 2022
Autor Clara Menezes
Foto do autor
Clara Menezes Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Netflix está com um prejuízo avaliado em R$ 1 milhão após o set de filmagens de “The Crown” ter sofrido um assalto. De acordo com o portal estadunidense Variety, os suspeitos levaram joias importantes e peças do figurino.

Entre os objetos levados, está uma réplica de uma joia de ouro fabricada por Karl Gustavovich Fabergé, feito exclusivamente para as coroações da família real.

Outros itens também foram roubados, como 12 castiçais de prata; sete castiçais de ouro; uma parte do relógio que pertencia a William IV (1765 - 1837); objetos religiosos da Rússia; uma penteadeira de prata; e decantadores de cristal.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

“Os itens roubados não estão necessariamente nas melhores condições e, portanto, tem valor limitado para revenda. Mas eles são valiosos como peças para a indústria cinematográfica do Reino Unido”, afirmou Alison Harvey, decorador do set de “The Crown” à publicação semanal Antiques Trade Gazette.

No momento, a polícia da região arquivou as investigações do assalto, que aconteceu em Yorkshire, no Reino Unido, por causa da falta de novas informações.

“Foi relatado que três veículos contendo adereços usados em filmes e TV foram arrombados, e vários itens levados. Os oficiais investigaram o incidente, mas todas as linhas de investigação existentes foram esgotadas. O caso foi arquivado e está aguardando novas linhas de investigação”, afirmou um policial ao portal Variety.

Colunistas sempre disponíveis e acessos ilimitados. Assine O POVO+ clicando aqui

Podcast Vida&Arte

O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags