Participamos do

Sex and the City: Estrelas falam sobre acusações de estupro contra Chris Noth

Três mulheres denunciaram a veículos de comunicação norte-americanos que teriam sido agredidas pelo ator
16:53 | Dez. 21, 2021
Autor AFP
Tipo Notícia

As protagonistas de "Sex and the City" quebraram seu silêncio sobre as acusações de estupro contra seu colega Chris Noth, expressando apoio às mulheres que o denunciaram. "Estamos profundamente tristes por sabermos das acusações contra Chris Noth", diz um comunicado publicado na segunda-feira, 20, nas redes sociais por Sarah Jessica Parker, Kristin Davis e Cynthia Nixon.

"Apoiamos as mulheres que falaram e compartilharam suas experiências dolorosas. Sabemos que deve ser uma coisa muito difícil de fazer e as elogiamos por isso".

Na quinta-feira, The Hollywood Reporter publicou as acusações contra Noth, de 67 anos, depois que duas mulheres anônimas, que não se conhecem, entraram em contato com o jornal com meses de diferença. Uma delas alegou ter sido estuprada por Noth em seu apartamento de West Hollywood em 2004, depois que ela foi devolver um livro que ele tinha emprestado quando se conheceram na piscina do prédio.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Ela tinha 22 anos na época dos fatos e teve que ir para o hospital, onde precisou de suturas nos ferimentos que sofreu, contou. A outra mulher relatou que estava em um encontro com Noth em Nova York, em 2015, quando ele a convidou para voltarem para seu apartamento, onde ele a teria agredido.

Recentemente, Noth retomou seu papel de Mr. Big no primeiro episódio de "And Just Like That ...", a sequência de "Sex and the City", no qual seu personagem morre de um ataque cardíaco após treinar em uma bicicleta ergométrica da marca Peloton.

A empresa de produtos esportivos rapidamente contratou Noth para aparecer em um anúncio satírico que enfatizava os benefícios de seu produto para a saúde. Depois das recentes acusações, a Peloton eliminou o anúncio e as publicações relacionadas nas redes sociais.

As duas mulheres contaram ao veículo The Hollywood Reporter que o renovado reconhecimento de Noth e a sequência de "Sex and the City" foram o gatilho que as levou a apresentar seus relatos. Ele nega as acusações, assegurando que os encontros com essas mulheres em 2004 e 2015 foram "consensuais". "As acusações contra mim, feitas por pessoas que conheci há anos, inclusive décadas, são categoricamente falsas", disse Noth em um comunicado por escrito.

Um dia depois da publicação da matéria do The Hollywood Reporter, uma terceira mulher disse ao The Daily Beast que Noth também a agrediu em Nova York em 2010, quando ela tinha 18 anos. Noth, que desde então foi afastado da sua agência de talentos e da série "The Equalizer", segundo informações da mídia local, também negou a terceira acusação.

A série criminal "The Equalizer" foi inspirada nos filmes que, no Brasil, ganharam o nome de "O Protetor". Com Queen Latifah como protagonista, Noth fazia o papel de William Bishop na atração que já estava na segunda temporada nos EUA e que foi disponibilizada no Brasil pela Globoplay.

Em comunicado, a produtora Universal Television e a rede americana CBS informaram a saída do ator. “Chris Noth não vai mais filmar episódios adicionais de ‘The Equalizer’, com efeito imediato”. Ele ainda será visto em alguns episódios que já estavam gravados, mas não voltará para a terceira temporada.  

Podcast Vida&Arte
O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker. Confira o podcast clicando aqui

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags