Participamos do

Ratos de Porão e João Gordo retornam a Fortaleza ao lado de Garotos Podres

Show com as duas lendas do hardcore/punk nacional é inédito em Fortaleza e ocorrerá no Armazém em março de 2022
21:31 | Dez. 13, 2021
Autor Gustavo Queiroz
Foto do autor
Gustavo Queiroz Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Underground Produções anunciou na última quinta-feira, 9, um show inédito reunindo Ratos de Porão e Garotos Podres em comemoração aos seus 40 anos de carreira. A apresentação será no dia 26 de março de 2022, no Armazém, e contará com a banda local Warbiff abrindo a noite.

Ingressos custam a partir de R$ 80 e podem ser adquiridos de forma online no site da Bilheto e de maneira física na Planet CDs, no Covil Bar e na Jazigo Loja. Até então o show será único no país e os fãs de Fortaleza serão os privilegiados em prestigiar este encontro de titãs.

Em 2019, o Ratos de Porão tocou em Fortaleza no Pirata Bar. Porém, naquela ocasião, o vocalista João Gordo não esteve presente em decorrência de problemas de saúde. Agora em 2022 o cenário será diferente e Gordo retorna aos vocais, prometendo um show ainda mais insano do que foi aquele anterior onde o guitarrista Jão é quem assumiu os vocais.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Neste show do Pirata Bar, o Ratos de Porão estava tocando o álbum "Brasil' (1989) na íntegra em virtude dos seus 30 anos. Agora, a banda deve preparar um setlist especial em comemoração aos seus 40 anos de carreira, o que deve compor músicas de toda sua discografia. Além de Gordo e Jão, o grupo ainda é composto por Juninho no baixo e Boka na bateria.

Como se já não fosse o suficiente um show do Ratos com João Gordo de volta, a produtora melhorou ainda mais a noite com a presença dos Garotos Podres, uma das maiores bandas de punk rock do Brasil, e que também está comemorando 40 anos de carreira.

O grupo foi fundado em 1982 pelo vocalista Mao, em Mauá (SP), em um cenário onde o punk rock era engajado com a causa de trabalhadores da região. A partir daí a banda só cresceu e se tornou cada vez mais um símbolo punk antigoverno e de luta pela democracia brasileira.

Em 1985, eles estouraram com o disco “Mais Podres do Que Nunca” e chegaram a vender 50 mil cópias independentes. Muitas de suas letras são críticas aos governos da época. Por exemplo, a faixa “Fernandinho Veadinho” faz referência ao ex-presidente Fernando Collor de Mello, que chegou a pedir ao Ministério da Justiça que proibisse esta música. Esta faixa compõe o álbum “Canções para Ninar” (1993), trabalho que levou a banda a realizar shows na Europa e nos Estados Unidos.

As duas bandas estão marcadas na história por seus posicionamentos políticos e pela luta contra a ditadura e pelas desigualdades sociais presentes no Brasil. O disco "Brasil" (1989), do Ratos de Porão, é um retrato do País que a banda pintou naquele ano e que ainda segue muito atual neste fim de 2021. O show do dia 26 de março será marcante por reunir, de forma inédita, estes dois grandes símbolos de luta do nosso País.

Serviço

Ratos de Porão e Garotos Podres no Armazém

Onde: Complexo do Armazém (avenida Antônio Justa, 444 - Praia de Iracema)

Quando: sábado, 26 de março, às 20 horas

Ingressos: No local e na Planet CDs (rua Senador Pompeu, 834 - Galeria Pedro Jorge), Covil Rock n’ Bar (avenida Treze de Maio, 2382 - Fátima) e Jazigo Loja (Rua Senador Catunda, 29 b - Benfica); e no site www.bilheto.com.br

Preço: a partir de R$ 80

Podcast Vida&Arte

O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags