Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Grupo Bagaceira e Marrevolto compartilham processos criativos com o público

O Grupo Bagaceira compartilha o processo criativo de projeto realizado em parceria com a produtora Marrevolto nesta segunda-feira, 27
14:00 | Set. 26, 2021
Autor Clara Menezes
Foto do autor
Clara Menezes Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Com mais de duas décadas de história, o Grupo Bagaceira possui alguns projetos audiovisuais no currículo. Apesar do foco em teatro, já produziu o filme “Inferninho”, em parceria com as produtoras Marrevolto e Tardo Filmes, durante um Laboratório de Cinema do Porto Iracema das Artes. Agora, retoma a parceria com a Marrevolto e compartilha o processo criativo da elaboração de um curta-metragem que ainda não tem nome definido. A partir desta segunda-feira, 27, o público geral e outros artistas poderão conferir detalhes da colaboração entre os dois grupos de linguagens artísticas diferentes.

“O Bagaceira vem trabalhando com cinema poucas vezes durante a história. Em 2021, o grupo fez 21 anos. Nesse tempo, a gente fez algumas experiências esporádicas com cinema (...). Mas surgiu uma oportunidade com a Lei Aldir Blanc. Nós inscrevemos um projeto de manutenção para nossa sede, a Casa da Esquina, e, em uma das ações, propomos trabalhar com o diálogo entre o teatro e o cinema”, explica o ator Ricardo Tabosa, do Grupo Bagaceira.

O produto final foi um curta, elaborado quase que exclusivamente em formato remoto por causa da pandemia do coronavírus. O enredo acompanha quatro personagens com histórias de vida independentes que se conectam por meio de circunstâncias similares. No elenco, estão Tatiana Amorin, Rogério Mesquita, Ricardo Tabosa e Rafael Martins. “Ficamos nesse processo durante vários meses, cada um na sua casa, fazendo exercícios com vídeos, textos, discussões, assistindo referências, para construir essa obra final”, afirma.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Deste período de experimentações, os artistas compartilharão seu processo de criação em uma conversa virtual, que ocorre na segunda-feira, 27, a partir das 20 horas, no canal do YouTube do grupo teatral. “A gente decidiu ter essa abertura de processo para dividir com a cidade esses resultados do que a gente vem construindo até aqui. Também é um momento importante para a gente, como criador, dividir esses processos de criação tanto com outros artistas quanto com o público, em geral. Quando organizamos para apresentar, entendemos um pouco essa trajetória até aqui, de onde começamos, por onde passamos e onde chegamos”, indica.

Além disso, haverá a divulgação de um site dedicado ao Projeto Bagatela, conjunto de ações realizado durante a pandemia para a manutenção dos trabalhos artísticos no isolamento social. No portal, será possível conferir a história da Casa da Esquina, sede do Bagaceira. “Terá esse histórico da Casa da Esquina, apresentando um pouco o espaço que já existe há tanto tempo na Cidade, que, como todos os espaços de cultura, passou por um período difícil desde o começo da pandemia”, diz Ricardo Tabosa.

Ainda estarão disponíveis três bate-papos sobre criação que relaciona teatro e cinema. Nestas conversas, participaram: a cineasta Verônica Guedes sobre o curta-metragem “On My Own” (2008); os membros do coletivo sobre a produção independente “Ao Vento”; e o diretor audiovisual Pedro Diógenes sobre o longa-metragem “Inferninho”. Conteúdos já podem ser assistidos no YouTube.

Projeto Bagatela

Quando: a partir de segunda-feira, 27, às 20 horas

Onde: no canal do YouTube do Grupo Bagaceira

Mais informações: no site www.projetobagatela.com, disponível na segunda

Podcast Vida&Arte

O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker. Confira o podcast clicando aqui.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags