Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Do hospital, Zeca Pagodinho faz vídeo reforçando importância da vacinação

Cantor informa por meio de publicação feita no início da tarde desta segunda-feira, 16, que já está finalizando o tratamento contra a doença e reforça a importância da vacinação para garantir uma recuperação mais rápida
14:19 | Ago. 16, 2021
Autor Marília Serpa
Foto do autor
Marília Serpa Autor
Tipo Notícia

Internado desde o último sábado, 14, com sintomas leves de Covid-19 na Casa de Saúde São José, Humaitá, no Rio de Janeiro, Zeca Pagodinho apareceu em suas redes sociais agradecendo pelas orações recebidas e informando que já está quase finalizando o tratamento contra a doença. Por meio da publicação, feita no início da tarde desta segunda-feira, 16, o cantor reforça a importância da vacinação: “O importante é se vacinar para poder se recuperar mais rápido”.

"Então, gente, obrigado a todos que oraram por mim e torceram por mim. Já estou acabando o tratamento e o importante é se vacinar para poder se recuperar mais rápido. Em breve, a gente está por aí pelo mundo. Valeu", disse o artista em vídeo.

Por meio de boletim médico divulgado ontem, 15, pela unidade de saúde, foi informado que a internação foi pedida pelo médico que acompanha o cantor para um melhor monitoramento do quadro clínico. “O paciente apresenta bom estado geral, com sintomas leves, sem necessidade de suporte de oxigênio”, consta em trecho da nota.

Zeca Pagodinho já finalizou o esquema de vacinação contra a doença. Aos 62 anos, a segunda dose foi aplicada no começo de julho, momento que também foi compartilhado nas redes sociais do cantor com muita alegria.

No mesmo período, o artista teria publicado um texto fazendo um apelo para que as pessoas tomassem a vacina. "Todo mundo deve se vacinar com a vacina que estiver disponível no posto. E, enquanto o vírus, não estiver sob total controle, também temos que nos cuidar", disse na publicação.

Podcast Vida&Arte
O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker. Confira o podcast clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Após finalização dos agendamentos, Fortaleza terá repescagem de D1

saúde
14:00 | Ago. 16, 2021
Autor Júlia Duarte
Foto do autor
Júlia Duarte Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Uma nova repescagem deve acontecer para quem perdeu o agendamento da primeira dose (D1) da vacina contra Covid-19 em Fortaleza. Segundo a titular da Secretaria Municipal de Fortaleza, Ana Estela, a ação deve acontece ainda nesta semana, após a Capital completar o agendamento de toda a população adulta. Nesta terça-feira, 17, jovens de 18 anos já estão agendados e, com a finalização do processo, pessoas até 39 anos que perderam o agendamento da D1 serão chamados.

"Tão logo a gente complete agendamento da população de 18 anos, fiquem atentos que divulgaremos as estratégias de repescagem da população faltosa que teve seu agendamento, mas não pode comparecer", explica a secretária. A repescagem terá foco em pessoas de 18 a 39 anos que ainda não receberam a D1 na Capital. 

LEIA MAIS | Fortaleza prevê finalizar vacinação de 100% da população adulta nesta semana

A previsão da gestão é finalizar o agendamento de todos os adultos maiores de 18 anos ainda nesta semana e, assim, focar na repescagem. "Já entrando na faixa etária de 18 anos durante esta semana, provavelmente teremos cumprido 100% dos agendamentos da população adulta vacinável em Fortaleza", ressaltou Ana Estela. 

A recomendação atual para quem perde o agendamento da D1 é esperar uma nova data de repescagem. Só em alguns casos é permitido que a pessoa vá, sem um novo agendamento, a qualquer ponto de vacinação. São eles: viagem a trabalho, esteve doente por Covid-19 ou estava respeitando o intervalo entre outras vacinas.  

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Vacinação em Fortaleza: D2 continua sendo aplicada normalmente, mesmo sem listas

saúde
13:33 | Ago. 16, 2021
Autor Júlia Duarte
Foto do autor
Júlia Duarte Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Desde a sexta-feira, 13, as listas para aplicação de segundas doses em Fortaleza não vêm sendo divulgadas. Para esta terça-feira, 17, o atendimento segue sendo priorizado apenas para primeira dose (D1). De acordo com a Secretária Municipal de Saúde, (SMS), entretanto, a aplicação da segunda dose (D2) continua acontecendo normalmente para quem perdeu o agendamento ou chegou à data limite no cartão de vacinação.

Segundo a Prefeitura de Fortaleza, a falta de lista se dá porque não há número suficiente de pessoas no prazo para tomar a D2, mesmo com o adiantamento. A pasta negou que esteja passando por problemas de abastecimento e pontuou que a decisão de não estar havendo listas é logística. A secretaria explica ainda que a estratégia de vacinação varia dependendo dos dias e da demanda.

A gestão tem antecipado o tempo entre a primeira e segunda doses para completar o esquema vacinal, que varia entre 15 e 30 dias, conforme relatos recebidos pelo O POVO. Entre junho e julho, a administração antecipou o agendamento da segunda dose (D2) da vacina AstraZeneca de cerca de 15 mil pessoas. Na época, Erlemus Soares, coordenador da Rede de Atenção Primária e Psicossocial, considerou que o adiantamento das datas acontece porque a segunda dose “é muito importante" para a imunização.

LEIA MAIS | Por que países adotam intervalo menor em doses da AstraZeneca? Brasil não acompanha

A Fiocruz, que é responsável pela produção da vacina AstraZeneca no Brasil, manteve, em julho, a recomendação de 12 semanas, três meses, para o intervalo entre a aplicação das duas doses do imunizante. A decisão aconteceu em meio a um movimento de pelo menos oito estados do País em adiantar a aplicação da segunda dose da vacina.

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) sugeriu em junho que o intervalo entre as doses deveria ser encurtado por conta da predominância das novas variantes no continente, como a Delta.

O que fazer se perdi a data da segunda dose?

As pessoas que já tomaram a primeira dose (D1) e perderam sua data da aplicação da segunda dose (D2) podem procurar os pontos definidos para cada tipo de imunizante, sem necessidade de agendamento. A mesma recomendação vale para quem chegou à data limite do cartão de vacinação e não foi chamado.

LEIA MAIS | O que fazer se perdi agendamento de primeira ou segunda dose em Fortaleza?

Segundo Erlemus Soares, determinados pontos de vacinação separam estoque justamente para esses casos. O Centro de Eventos reúne todos os três imunizantes aplicados no Ceará que precisam de segunda dose: Pfizer, Coronavac e AstraZeneca. Já os Cucas devem ser procurados em casos de segunda dose de Coronavac e os postos de saúde, no caso da AstraZeneca.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Paralimpíada de Tóquio não terá espectadores, dizem organizadores

Esportes
12:49 | Ago. 16, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Paralimpíada de Tóquio transcorrerá de maneira geral sem espectadores, disseram organizadores nesta segunda-feira (16), já que o governo deve prorrogar as medidas de emergência contra a covid-19 na capital e em outras regiões que sediarão os Jogos.

Segundo os organizadores, as regiões ainda poderão liberar alunos para os eventos, contanto que medidas de proteção da covid-19 sejam adotadas.

A presidente da Tóquio 2020, Seiko Hashimoto, pediu desculpas pela decisão depois das conversas entre autoridades de governo, os organizadores de Tóquio e representantes paralímpicos, pedindo às pessoas que assistam os Jogos em casa e que evitem comparecer a eventos nas ruas.

"Desculpamo-nos sinceramente a todos os portadores de ingressos que estavam esperando para acompanhar (a Paralimpíada) nos locais de competição, mas por favor entendam que foi inevitável implantar estas medidas para evitar a disseminação da infecção", disse Hashimoto.

As competições paralímpicas, que acontecerão entre 24 de agosto e 5 de setembro, incluem natação, tênis de mesa, esgrima e basquete em cadeira de rodas, e mais de 4 mil atletas devem participar.

O governo do Japão deve prorrogar as medidas de lockdown de seu estado de emergência em Tóquio e em outras regiões até 12 de setembro e ampliar as restrições a mais sete regiões, noticiou a mídia na manhã desta segunda-feira (16).

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Idosos de Paquetá receberão dose de reforço até o fim deste mês

Saúde
12:49 | Ago. 16, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Idosos da Ilha de Paquetá, no Rio de Janeiro, vão receber ainda em agosto uma terceira dose de vacinas contra covid-19 como reforço da imunização. A iniciativa foi informada hoje (16) pelo secretário municipal de Saúde do Rio, Daniel Soranz, ao afirmar que as doses serão aplicadas como parte do estudo realizado em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz.

O projeto de vacinação em massa no bairro insular alcançou 96% de adesão na primeira dose e 85% na segunda, aplicada ontem (15). Pesquisadores também realizam monitoramento sorológico nos voluntários do estudo, que acompanha também pessoas que não podem ser vacinadas, como as crianças.

A pesquisa pretende conferir o impacto da imunização em massa na circulação do vírus e na formação de uma proteção coletiva contra a doença, que beneficia também quem não pode se vacinar. Com a aplicação da terceira dose em idosos, passará a fazer parte do estudo a observação dos efeitos da vacinação heteróloga, quando são aplicadas doses de vacinas diferentes contra uma mesma doença.

"Essa vacinação em Paquetá com a terceira dose vai poder mostrar como funciona a segurança da vacina heteróloga na terceira dose e também vai poder mostrar como acontece a produção de anticorpos dessa vacinação nessa população", disse o secretário de saúde da capital fluminense.

Segundo Soranz, os idosos de Paquetá serão divididos em dois grupos e receberão doses das vacinas AstraZeneca e Pfizer. Ele afirma que é provável que a vacinação de idosos com a terceira dose se estenda a toda a cidade, e considerou importante que tanto o município quanto o Ministério da Saúde se prepararem para essa possibilidade.

"É muito importante planejar essa aplicação, porque, se ela for necessária, a gente precisa ter vacina para continuar o calendário.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Morre no Rio de Janeiro ex-deputado Simão Sessim

Geral
12:29 | Ago. 16, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O ex-deputado federal Simão Sessim, 85 anos de idade, morreu na madrugada de hoje (16), no Rio de Janeiro. Ele estava internado há dois meses na UTI do Hospital Pró-Cardíaco. Em nota, o hospital informou que o político, advogado e professor faleceu em decorrência de complicações da covid-19, durante um tratamento oncológico. Segundo o Pró-Cardíaco, o sepultamento será na tarde desta segunda-feira. “A instituição se solidariza com os familiares do político e informa que o sepultamento será nesta tarde, no cemitério de Ricardo de Albuquerque, na capela da família”.

Simão Sessim deixa cinco netos e dois filhos, o médico Marcelo Sampaio Sessim e o ex-prefeito de Nilópolis entre 2009 e 2021, Sérgio Sampaio Sessim, que informou a morte do pai no seu perfil do Facebook.

Eleito em dez mandatos consecutivos para a Câmara dos Deputados, o último completado no início de 2019, era filiado ao partido Progressistas (PP), e atualmente ocupava a chefia da representação do governo do estado do Rio de Janeiro, em Brasília. Sessim foi prefeito de Nilópolis, na Baixada Fluminense, entre 1973 e 1977.

Em nota, o diretório estadual da legenda no Rio de Janeiro lamentou a morte do deputado Simão Sessim, como mais uma vítima da covid-19. “Um dos mais longevos deputados federais da história, com 10 mandatos consecutivos, e quadro histórico do partido, Sessim dedicou sua vida à política, à causa pública, ao amor por Nilópolis, onde foi prefeito, e ao Estado do Rio de Janeiro. Nossos sentimentos à família e a certeza de que o legado de Simão Sessim será eterno”. A nota foi assinada pelos presidentes de honra do Progressistas-RJ Francisco Dornelles e do diretório estadual deputado federal Dr. Luizinho.

O governador do Rio, Cláudio Castro, também se manifestou por uma rede social. No seu perfil do Instagram, disse que recebeu a notícia da morte do amigo e chefe da representação do governo do estado em Brasília com o mais profundo pesar. “Na vida pública há mais de 50 anos, sempre atuou em defesa da população do Rio de Janeiro e, em especial, de sua querida Nilópolis. Com sua experiência, Sessim teve papel fundamental em negociações do estado com o governo federal e o Congresso Nacional - razão pela qual tenho muito a agradecer. À família e aos amigos, presto toda a minha solidariedade e peço a Deus que lhes dê conforto neste momento de dor”, disse Castro.

O prefeito de Nilópolis, Abraãozinho David, decretou luto oficial de três dias na cidade após a morte do ex-deputado federal.

Sessim chegou a ser investigado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em um inquérito baseado em delações premiadas do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, e do doleiro Alberto Youssef. De acordo com eles, o ex-deputado pediu R$ 200 mil do dinheiro desviado da Petrobras, no ano de 2010. Apesar disso, em 2016, o então ministro Teori Zavascki decidiu pelo arquivamento do inquérito.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags