PUBLICIDADE
Vida & Arte
Noticia

Novo filme de Pedro Almodóvar com Penélope Cruz abrirá Festival de Veneza

Premiado cineasta espanhol apresentará o drama "Madres Parelelas", com Penélope Cruz. O longa estará em competição no evento italiano, que começa em 1º de setembro

João Gabriel Tréz
10:42 | 19/07/2021
O novo filme de Almodóvar conta a história de duas mães prestes a dar à luz (Foto: divulgação)
O novo filme de Almodóvar conta a história de duas mães prestes a dar à luz (Foto: divulgação)

O diretor espanhol Pedro Almodóvar apresentará um novo drama na abertura da 78ª edição do Festival de Veneza, anunciou a organização do evento na manhã desta segunda, 19. "Madres paralelas" (Mães paralelas, em tradução livre) é estrelado pela atriz Penélope Cruz e competirá pelo Leão de Ouro em 2021.  A trama do filme se concentra na história de duas mulheres, Janis e Ana, que estão no mesmo hospital prestes a dar à luz. A primeira é mais velha, enquanto a segunda é uma adolescente traumatizada. O Festival de Veneza acontecerá entre os dias 1º e 11 de setembro.

Leia também | Festival de Cannes: Jodie Foster elogia o "cinema feminista" de Almodóvar

O filme foi descrito pelo diretor do evento italiano Alberto Barbera como um "intenso e sensível retrato de duas mulheres". Almodóvar ganhou em Veneza um Leão de Ouro especial pela carreira em 2019 e, em 2020, apresentou fora de competição no festival seu trabalho mais recente, o média "A Voz Humana", com Tilda Swinton.

A participação anterior do diretor na competição do festival, porém, havia sido somente em 1988, com "Mulheres à Beira de Um Ataque de Nervos".

Leia também | Festival de Cannes: "Titane", da francesa Julia Ducournau, leva Palma de Ouro

Confira imagens dos bastidores do novo filme de Almodóvar:

O longa anterior do espanhol foi o drama "Dor e Glória", protagonizado por Antonio Banderas, que estreou no Festival de Cannes em 2019. A edição do ano passado do Festival de Veneza marcou a retomada de eventos do audiovisual desde o começo da pandemia. Na ocasião, o longa "Nomadland", de Chloé Zhao, venceu o Leão de Ouro.