Participamos do

Camilla de Lucas rebate críticas sobre uso de perucas: "Sou livre pra usar o cabelo que quiser"

A ex-BBB foi criticada nas redes sociais pelo uso de laces e desabafou sobre o assunto
13:50 | Jun. 24, 2021
Autor Ana Flávia Marques
Foto do autor
Ana Flávia Marques Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Conhecida por dar dicas de beleza para mulheres negras, Camilla de Lucas ganhou ainda mais destaque após sua participação no Big Brother Brasil. A blogueira costuma usar laces e desde que saiu do reality tem recebido diversas críticas sobre o uso de perucas. Nesta quarta, 24 de junho, ela compartilhou nos seus stories uma série de comentários ofensivos que recebeu após compartilhar um vídeo de cabelo liso e desabafou sobre o racismo que vem sofrendo.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Vocês ainda vão matar as pessoas na internet", declarou. "Eu não posso usar o cabelo que eu quero porque as pessoas estão comentando sobre a minha escolha". A ex-BBB gravou vários stories em prantos ao desabafar sobre o assunto. "Deixem meu cabelo em paz. Eu sou livre pra usar o cabelo que quiser", rebateu Camilla. 

Leia Também | Teresa Cristina é eleita artista do ano pelo Prêmio Rádio Globo Quem

No twitter, ela comentou que ainda é criticada por ter defendido João após Rodolffo ter feito piada sobre o cabelo do participante durante o BBB. "Vocês só passam pano porque o cara é branco e bonito. E eu recebo hate por ter falado o óbvio: que criticar ou zoar um tipo de cabelo é errado. Independente de ter sido ou não a intenção", disse. "Eu não aguento mais as pessoas me questionando dizendo que uso lace e fiz um discurso num programa. Eu fiz o certo! Defendi pessoas. Isso não é sobre ser militante!", declarou.

"Mulheres brancas que fazem transição nunca são questionadas pra mostrar o cacho. Mulheres negras, sempre surge um fiscal pra perguntar quando vai mostrar o black. Eu uso lace antes, vou usar durante e até quando eu quiser. Isso não tá associado a vergonha capilar. Se informem", tweetou.

Leia Também | Juliette perde 45 mil seguidores após se posicionar contra Bolsonaro

A blogueira ainda comentou que dificilmente é reconhecida pelos seus trabalhos, as pessoas apenas comentam sobre o seu uso de laces. "Eu nunca apareço em páginas de fofoca! Faço trabalhos incríveis, tenho pautas certas, e nunca sai notícia. Só sobre cabelo! Sempre foi assim e os comentários são sempre os mesmos! Pessoas brancas dançam Tiktok e são 10 post enaltecendo uma dança!", desabafou.

Nesta quinta, Camilla continuou falando sobre o assunto através do Instagram. "O peso do racismo sobre a estética da mulher negra afeta diariamente nossa autoestima e tenta diariamente nos confrontar. Defender bandeiras e não estar incluída volta como forma de deboche. 'Mas você defende algo que não prega, acho mimimi, falou tanto e não usou tal cabelo'. Abordar bandeiras e causa não precisa ser", afirmou.

Leia Também | "O Brasil Tá lascado": Gil do Vigor lança quadro para debater política nas redes sociais

"Não preciso ser nordestina, ou LGBTQIA+ ou uma mulher gorda pra sempre que necessário me pronunciar contra qualquer preconceito. E assim como não preciso estar com o meu cabelo pra dizer que sou contra qualquer tipo de comentário negativo sobre cabelo crespo. Porque o racismo é assim: eles esperam você falar pra depois usar sua fala contra você", disse.

Podcast Vida&Arte
O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags