PUBLICIDADE
Vida & Arte
Noticia

Dorama ou Terror? Conheça 10 plataformas de streaming e escolha a melhor pro seu gosto

O Vida&Arte fez uma seleção de plataformas de streaming disponíveis no Brasil para você conhecer filmes e séries de outros catálogos

18:57 | 17/05/2021
'Attack on Titan' é um anime disponível no Crunchyroll
 (Foto: Divulgação)
'Attack on Titan' é um anime disponível no Crunchyroll (Foto: Divulgação)

Quantas vezes você já abriu o catálogo dos grandes streamings, passou minutos buscando algo e não encontrou nada para assistir? Apesar dos milhares de filmes e séries que estão disponíveis em serviços como Netflix, Amazon Prime Video e Disney +, existem dezenas de outras plataformas que oferecem diferentes títulos que não estão nas maiores empresas do ramo.

De olho nisso, o Vida&Arte preparou uma lista de streamings com focos diversos. Entre conteúdos pagos e gratuitos, há espaços que se especializaram em temáticas variadas, como doramas, animes, terror, conteúdos LGBT+, obras independentes, entre outras.

1. Viki

A Rakuten Viki é uma plataforma especializada em conteúdos asiáticos. Obras produzidas na Coreia, na China, em Taiwan e no Japão são o principal foco. O streaming disponibiliza alguns títulos gratuitamente e com anúncios. Já a assinatura dá acesso a séries e filmes exclusivos, além da possibilidade de tirar as propagandas.

Entre os destaques, está “Goblin”, criado por Kim Eun-sook, que se tornou um fenômeno de audiência na Coreia do Sul. Na história, Kim Shin (Gong Yoo) é um goblin imortal, que protege as almas de humanos já falecidos. Sem querer sua imortalidade, ele precisa encontrar uma noiva mortal para se tronar igual a ela.

Leia também | WarnerMedia e Discovery anunciam fusão para criar gigante do streaming

Há também “O Que Há de Errado com a Secretária Kim”, protagonizado por Park Seo-joon e Park Min-young, “Oh Minha Vênus”, “Strong Woman Do Bong Soon” e outros.

2. Cultflix

A Cultflix é uma nova plataforma de streaming que contará com programação de peças de teatro e outras atividades culturais, como documentários, aulas de música, exibição de circo e mais. O espaço será lançado oficialmente em julho e disponibilizará conteúdos pagos e gratuitos durante um período de tempo determinado.

Até a estreia em julho, o site realiza até o dia 30 de junho o Festival CultFlix de maneira gratuita. O projeto, que obteve recursos da Lei Aldir Blanc, disponibiliza “O Menino de Lugar Nenhum”, do Teatro de Panela, “Entre Alice”, da Cia Gogô de Teatro, e outros.

3. Oldflix

O nome do streaming já faz referência ao tipo de conteúdo. O ambiente virtual oferece filmes antigos e clássicos que são difíceis de encontrar em outras plataformas. A assinatura varia entre R$ 12,90 e R$ 16,90 por mês.

Leia também | Confira programação virtual da Semana Nacional de Museus

No catálogo, estão títulos como “Assassino a Preço Fixo” (1972), de Michael Winner, “Reencarnação” (2004), de Jonathan Glazer e “O Tesouro de Tarzan” (1941), de Richard Tope.

4. Crunchyroll

O Crunchyroll é o lugar ideal para os fãs de anime. Com vários planos disponíveis, é possível assistir a episódios de séries logo depois que foram divulgados no Japão e até ler centenas de capítulos de mangás. Há também a versão gratuita.

Entre os títulos, estão “My Hero Academia”, “Attack on Titan”, “Don’t Toy With Me, Miss Nagaroto” e “Jujutsu Kaisen”.

5. Star+

O Star+ chega ao Brasil no dia 31 de agosto e está presente entre os serviços da Walt Disney Company. Neste streaming, vários conteúdos serão ofertados, como “This is Us”, “American Horror Story”, “How I Met Your Mother”, “Big Sku” e “Love Victor”.

Leia também | Filme cearense retrata com humor o casamento matuto em tempos de pandemia

Mas um dos principais destaques será a parceria com a ESPN. A partir disso, eventos ao vivo de programas e eventos esportivos serão disponibilizados ao público.

6. Darkflix

“Acesse se tiver coragem”. O slogan da Darkflix intui o que pode ser encontrado na plataforma: filmes e séries que integram o cinema fantástico. Com centenas de títulos, traz clássicos do horror, da fantasia e da ficção científica, além de produções mais recentes.

7. LGBTFlix

O coletivo #VoteLGBT, que busca aumentar a representatividade LGBT+ principalmente na política, criou o “LGBTFlix” durante o isolamento social causado pela pandemia do coronavírus. Com mais de 200 títulos na plataforma, o espaço foca em curtas-metragens.

Muitos conteúdos já estavam disponíveis em plataformas como o Youtube e o Vimeo, mas outros são exclusivos. Há obras para todas as letras da sigla “LGBT+”.

Leia também | Podcast visual celebra as diversidades nas redes do Theatro José de Alencar

8. Supo Mungam Plus

O Supo Mungam Plus é uma plataforma brasileira que busca dar visibilidade ao cinema independente que é produzido em vários lugares do mundo. Além de trazer conteúdos de diretores já renomados, também valoriza as novas promessas da sétima arte.

Com vários planos distintos, é possível assistir a títulos como “Mãe+Mãe”, de Karole Di Tommaso, “Crianças do Hotel América”, de Raimundas Banionis, e “O Vampiro”, de Carl Theodor Dreyer.

9. Afroflix

A plataforma colaborativa Afroflix foca em conteúdos que tem, no mínimo, uma pessoa negra que assina na área de atuação técnica e/ou artística. Filmes, séries, vlogs e clipes são alguns dos formatos que podem ser encontrados no espaço.

Os conteúdos são gratuitos e podem ser disponibilizados pelo próprio autor a partir de uma inscrição no site.

Leia também | Friends Reunion: Lady Gaga, Justin Bieber e BTS terão participação especial

10. VIX

O streaming VIX TV traz dezenas de conteúdos gratuitos de gêneros variados, como ação, ficção científica, documentários, comédia e drama.

Há ainda um espaço dedicado às crianças, que conta com “Galinha Pintadinha”, “Hello Kitty e os Amigos”, “Car Patrol”, “Os Smurfs” e outros.

Podcast Vida&Arte

O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker.