Participamos do

Podcast visual celebra as diversidades nas redes do Theatro José de Alencar

Com apresentação de Honório Félix e Noá Bonoba, "Tomada LBT" retorna neste ano com episódios mensais até o final do ano
12:48 | Mai. 14, 2021
Autor Martonio Carvalho
Foto do autor
Martonio Carvalho Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Theatro José de Alencar (TJA) estreia na segunda-feira, 17, às 20 horas, a terceira edição do “Tomada LBT”. Com curadoria e apresentação de Honório Félix e Noá Bonoba, o programa retorna em 2021 com formato de podcast visual e terá versão estendida, com episódios mensais até o final do ano. A transmissão será no canal do TJA no YouTube.

No episódio de estreia, o programa contará com a participação da artista Paula Haesney e será dividido em três blocos. “Teremos uma conversa com a artista e, em determinado momento, entra um trabalho dela para ser assistido – para tirar um pouco do ouvido e trazer para o olho, olhar para a tela e assistir aquele trabalho – e depois continuamos o bate-papo, um pouco modificado a partir da experiência de assistir o trabalho em questão”, comenta Honório.

O “Tomada LBT” surgiu em 2020 durante a programação do Dia Internacional de Combate à LGBTfobia e integra o projeto Theatro de Portas Abertas, do TJA. Diferentemente do que ocorreu no ano passado, com a realização de lives e duração de apenas um dia, a nova edição contará com episódios gravados e terá como convidado um artista cearense da cena LGBTQIA+ em cada capítulo.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

“As pautas da comunidade estarem presentes nos espaços de fruição e formação da Cidade são cada vez mais urgentes e não apenas numa data específica, embora essa data (Dia Internacional de Combate à LGBTfobia) também seja importante e muito simbólica. Mas que também seja simbólico ultrapassar esse dia e percorrer durante o ano todo”, comenta Honório. Outra mudança presente nesta edição, é a adoção do formato de podcast nos programas, modelo que possui caráter mais descontraído e que abre várias possibilidades de quadros e temáticas.

Leia também | Fortaleza colore faixas de pedestres com cores da bandeira LGBTQI+

Para Noá, a opção pelo novo modelo de programa se deu pela percepção de que existe um desgaste provocado pela forma que os formatos virtuais estão sendo pensados e utilizados. “Há um excesso de lives, com uma relação muito forte com as telas e o visual, algo que já se percebia desde o ano passado. Nesta edição estamos mais interessados em trabalhar a escuta, a palavra, a sonoridade”, aponta a curadora.

Curadoria

Honório Félix é artista-investigador de teatro e dança com atuação transversal em diferentes linguagens. Formado pela quarta turma do Curso Técnico em Dança, da escola Porto Iracema das Artes, e formando da turma 2010.1 em Licenciatura em Teatro, do IFCE. Participa do coletivo “No barraco da Constância tem!” desde a sua criação, em 2012, da diretoria da Associação de Bailarinos, Coreógrafos e Professores de Dança do Ceará (Prodança), desde 2015, e da coordenação do Curso de Iniciação em Dança Contemporânea (CIDC), desde 2017.

Noá Bonoba é artista multilinguagem, curadora, Mestra em Artes no Programa de Pós-graduação em Artes da Universidade Federal do Ceará (UFC), e integrante da V Turma da Escola de Audiovisual da Vila das Artes. Atualmente tem se interessado por obras artísticas que utilizam o hibridismo entre linguagens como suporte político de um ativismo implicado nos debates acerca da redistribuição de acessos para existências dissidentes.

Serviço:

Tomada LBT 2021
Quando: 17 de maio, às 20 horas
Transmissão: canal do YouTube do TJA

Podcast Vida&Arte
O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags