PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Disney+ chega ao Brasil no dia 17 de novembro

A confirmação da data foi feita pelas redes sociais da plataforma de streaming na manhã desta terça-feira, 18 de agosto

14:13 | 18/08/2020
"Viva: A Vida É Uma Festa" estará presente no catálogo da Disney+ (Foto: Divulgação/ Disney)

O serviço de streaming Disney+ chega ao Brasil no dia 17 de novembro deste ano. As informações foram divulgadas na manhã desta terça-feira, 18 de agosto, nas redes sociais da marca. De acordo com informações da própria empresa, o anúncio foi dado antes do momento inicialmente previsto.

O mês de estreia na América Latina já havia sido indicado no início de agosto pelo presidente da Disney, Bob Chapek, em reunião sobre os resultados. Atualmente, a plataforma tem mais de 60 milhões de inscritos mundialmente. Esse número era um objetivo que estava previsto para ser alcançado apenas em 2024.

Leia também | Nova temporada de "Vis a Vis" mostra o que houve com Macarena e Zulema após 12 anos de prisão

O catálogo também já foi divulgado. Nele, constarão produções da Disney, da Pixar, da National Geographic e das franquias Marvel e Star Wars. Os conteúdos destas marcas serão retirados da lista da concorrência assim que houver o lançamento oficial no país.

Entre os títulos, estarão “Toy Story”, “Divertidamente”, “Wall-E”, “Monstros S.A”, “Valente” e "Viva: A Vida É Uma Festa". Produções clássicas, como “A Bela e a Fera”, “Pinóquio”, “O Rei Leão” e “Aladdin” também estarão presentes.

Leia também | Documentário sobre Haroldo Serra ganha exibição on-line na quinta, 20

Desde que foi lançada oficialmente em novembro de 2019, a Disney+ traz obras exclusivas para seus assinantes. Esse é o caso de “Black Is King”, álbum visual de Beyoncé que homenageia a cultura africana. O live-action “Mulan”, que estava previsto para chegar aos cinemas em março, estreará direto na plataforma no dia 4 de setembro.

Vida&Arte Podcast

O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker.