PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Atores brancos não dublarão mais personagens étnicos de "Os Simpsons" e "Family Guy", afirma produção

A decisão veio após as manifestações causadas após a morte do segurança George Floyd, que deu início a uma série de protestos antirracistas pelos Estados Unidos e em outras partes do mundo

Natália Coelho
16:30 | 28/06/2020
Apu é um dos personagens de
Apu é um dos personagens de "Os Simpsons" que deve ganhar novo dublador (Foto: Reprodução)

A produção das animações “Os Simpsons” e “Family Guy” anunciou que os personagens étnicos dos seriados, tais como Apu Nahasapeemapetilon e Cleveland Brown, não serão mais dublados por atores brancos. A decisão veio após as manifestações causadas após a morte do segurança George Floyd, que deu início a uma série de protestos antirracistas pelos Estados Unidos e em outras partes do mundo. As informações são da revista Entertainment Weekly.

Leia também | George Floyd, os efeitos políticos do assassinato que parou os Estados Unidos

O caso de Apu, personagem de origem indiana e dono de um supermercado em "Os Simpsons", foi inclusive foco do documentário “O problema com Apu”, produzido pelo ator e comediante Hari Kondabolu, em 2017. O longa discorre sobre a série de estereótipos negativos sobre a população indiana, como por exemplo o sotaque forçado de Hank Azaria, ator que interpreta o personagem.

Também em "Os Simpsons", diversos papeis, em sua maioria negros, são interpretados por atores brancos, como Carl Carlson, amigo do protagonista Homer e também interpretado por Azaria, e o médico Dr. Hibbert, com a voz de Harry Shearer.

Leia também | Confiras lista de filmes e séries para entender aspectos históricos e sociais do racismo

Já em "Family Guy", os personagens Cleveland Brown e a repórter Tricia Takanawa, interpretados por Mike Henry e Alex Borstein respectivamente, também devem ganhar novos dubladores em breve.

“Foi uma honra interpretar Cleveland em Family Guy por 20 anos. Amo o personagem, mas pessoas não-brancas deveriam interpretar personagens não-brancos. Portanto, eu irei sair do papel”, comentou Mike Henry em sua conta do twitter.

Leia também | Após protestos contra racismo, HBO Max retira "E o Vento levou" de plataforma