Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Vetado por Bolsonaro no âmbito nacional, Dia dos Povos Indígenas é proposto no Ceará

Acrísio Sena (PT) defende que proposta dá visibilidade à luta indígena no Estado; no âmbito federal, proposta foi aprovada pelo Congresso Nacional e vetada por Bolsonaro

O deputado estadual Acrísio Sena (PT) apresentou nessa quinta-feira, 9, um Projeto de Lei à Assembleia Legislativa do Ceará (Alece) para instituir o Dia dos Povos Indígenas no Estado. A iniciativa ocorre após um projeto similar, no âmbito federal, ter sido aprovada pelo Congresso Nacional, mas vetada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL).

Segundo Acrísio, o objetivo é dar visibilidade e protagonismo aos grupos indígenas existentes no Estado. Ao todo, 14 etnias distintas de povos originários residem no Ceará.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Ele pontua que o termo "índio" traz consigo um estereótipo, que "alimenta a discriminação" contra os povos originários. O deputado afirmou ser contrário "de forma contundente" ao veto de Bolsonaro.

O projeto institui o Dia dos Povos Indígenas em 19 de abril, mesma data que marca o Dia do Índio no calendário federal. Acrísio afirma que pretende que a iniciativa sirva como sugestão para outros estados adotarem medidas similares.

Não há prazo definido para que o projeto vá a votação. Caso aprovada, a proposta segue para sanção da governadora Izolda Cela (PDT).

Mais notícias de Política

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar