Participamos do

Camilo "pode estar convivendo com inimigos e traiçoeiros", diz líder petista no Ceará

00:52 | Mar. 24, 2022
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Dirigente mais influente do PT cearense, o deputado federal José Guimarães postou um aviso ao governador Camilo Santana no Twitter, na madrugada desta quinta-feira, 24. "O governador Camilo Santana precisa olhar com cuidados. Pode estar convivendo com inimigos e traiçoeiros", escreveu o deputado.

Camilo Santana é filiado ao partido de Guimarães, o PT, e os dois são aliados internos. Guimarães não deu mais detalhes sobre o que estava falando.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Camilo comanda uma ampla aliança política, que inclui o PDT do grupo Ferreira Gomes como maior força política. Há ainda antagonistas dos próprios pedetistas, como o MDB de Eunício Oliveira, que negocia apoio a Capitão Wagner (União Brasil), principal nome de oposição. O PSDB é outra das forças presentes. O PSD do ex-deputado Domingos Filho é outro dos grupos, que inclusive pleiteia a indicação a vice-governador. Ao mesmo tempo, membros do partido apoiam o presidente Jair Bolsonaro — o filho de Domingos, Domingos Neto (PSD), estava na visita de Bolsonaro ao Ceará nesta quarta-feira, 23.

Atualmente, a base aliada debate quem será o candidato a governador, indicação que deve caber ao PDT. Alguns petistas resistem ao partido abrir mão de candidatura própria — o que não é o caso de Guimarães — e alguns mais ainda a um dos nomes favoritos, o ex-prefeito Roberto Cláudio.

Além disso, no plano nacional, Ciro Gomes (PDT), aliado de Camilo, é um dos maiores críticos do PT e de Luiz Inácio Lula da Silva.

A frase de Guimarães, sem endereço declarado, ocorre o contexto dessa ampla e diversa aliança, com muitos interesses a conciliar e com decisões importantes pela frente.

Camilo deverá renunciar o cargo até semana que vem para concorrer ao Senado, e deixar Izolda Cela (PDT) como governadora. A transição de governo é outro fator de instabilidade, somado à janela partidária que ocorre no momento.

Além disso, as montagens de chapas de candidatos a deputado estadual e deputado federal é um dos principais fatores de nervosismo no momento.

Guimarães é um dos cotados para ser candidato vice-governador na chapa governista.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Leia Mais.

Aceitar