PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Cirurgião que operou Bolsonaro após facada é chamado para avaliar saúde do presidente 

Em nota, o Palácio do Planalto informou que Bolsonaro, por orientação de sua equipe médica, deu entrada no HFA para a realização de exames com o objetivo de investigar a causa dos soluços

Filipe Pereira
13:04 | 14/07/2021
Bolsonaro antes de realizar terceira cirurgia desde a facada quando ainda era candidato. (Foto: Reprodução/Twitter) (Foto: Foto: Reprodução/Twitter)
Bolsonaro antes de realizar terceira cirurgia desde a facada quando ainda era candidato. (Foto: Reprodução/Twitter) (Foto: Foto: Reprodução/Twitter)

O cirurgião Antônio Luiz Macedo, profissional que operou Jair Bolsonaro em 2018 após a facada, foi chamado para ir até o Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, para examinar o estado de saúde do presidente, que deu entrada na madrugada desta quarta-feira, 14, na unidade hospitalar. A informação é o jornal O Globo. Já eleito, o cirurgião também operou o chefe do Executivo nacional. 

Em nota, o Palácio do Planalto informou que Bolsonaro, por orientação de sua equipe médica, deu entrada no HFA para a realização de exames com o objetivo de investigar a causa dos soluços. "Por orientação médica, o presidente ficará sob observação, no período de 24 a 48 horas, não necessariamente no hospital. Ele está animado e passa bem", diz a nota.

LEIA MAIS: 

Bolsonaro dá entrada no Hospital das Forças Armadas

Bolsonaro pode passar por cirurgia para tirar parte do intestino

Políticos cearenses repercutem internação de Bolsonaro em Brasília

Ministro da Educação faz oração para Bolsonaro

Bolsonaro apresenta soluços em aparições públicas há 10 dias