PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Políticos cearenses repercutem internação de Bolsonaro em Brasília

Opositores do presidente desejaram sua recuperação para que ele seja posteriormente responsabilidade por eventuais crimes durante o governo. Bolsonaristas também prestaram votos de saúde.

Filipe Pereira
11:19 | 14/07/2021
A fala foi dada em encontro com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada (Foto: Foco do Brasil/Reprodução)
A fala foi dada em encontro com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada (Foto: Foco do Brasil/Reprodução)

Parlamentares da bancada cearense usaram as redes sociais na manhã desta quarta-feria, 14, para repercutir o estado de saúdo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Após Bolsonaro sentir fortes dores abdominais na madrugada de hoje, o chefe do Executivo nacional cancelou seus compromissos do dia e deu entrada no Hospital das Forças Armadas (HFA) em Brasília.

O deputado José Guimarães (PT), vice-líder da minoria na Câmara dos Deputados, pediu a recuperação do presidente. O parlamentar disse que defende o impeachment do seu opositor político, não o seu adoecimento, e pediu que Bolsonaro "esteja saudável o suficiente para ser derrotado dentro da lei". 

Para o deputado Idilvan Alencar (PDT), a crise na saúde do presidente é reflexo de uma série de erros cometidos durante a gestão na Presidência. "Eu defendo que ele se recupere também. Ultimamente ele vem sofrendo uma carga emocional em função do que ele cometeu que ele cometeu. Isso reflete na sua saúde. Que ele fique bem o mais rápido até para dar essas explicações", disse o pedetista.

"Desejo saúde e pleno restabelecimento. Até para que ele seja devidamente responsabilizado", afirmou o  deputado Renato Roseno (Psol). Já a deputada Dr. Silvana (PL) afirmou que fará uma "forte campanha de oração para o presidente". Também médica, ela afirmou que as dores abdominais podem ter como origem a criação de bridas intestinais resultantes da última cirurgia feita por Bolsonaro.

"Quando você corta intestino eles fazem uma trava de fibrose e com o tempo repuxa e provoca muita dor. Vou fazer uma grande campanha de oração. Ele tem sido um norte para quem crê em Jesus. Tudo que ele está sofrendo vem dessa palhaçada de CPI", disse. O vereador bolsonarista Carmelo Neto (Republicanos) desejou a recuperação do presidente, seu aliado político.