PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Eleições 2020: Recife elege primeira mulher vice-prefeita

Isabella de Roldão (PDT) é vice de João Campos e será a primeira vice-prefeita do Recife

00:10 | 30/11/2020
Isabella de Roldão (PDT), vice-prefeita do Recife (Foto: Reprodução Instagram)
Isabella de Roldão (PDT), vice-prefeita do Recife (Foto: Reprodução Instagram)

Neste domingo, 29, João Campos (PSB) se tornou o prefeito de capital mais jovem da história do País. Após vencer sua prima Marília Arraes (PT) no 2° turno das eleições municipais de 2020 no Recife com 56,27% dos votos válidos. A vitória se torna simbólica para a cidade por eleger também Isabella de Roldão, primeira mulher a ocupar o cargo de vice-prefeita na capital pernambucana. De Roldão é ex-vereadora, professora, advogada e já foi presidente do Partido Democrático Trabalhista do Recife (PDT). Ainda, a vice se declara uma apoiadora dos direitos humanos e ativista pela igualdade de gênero. 

No cenário político recifense, o papel de Isabella de Roldão era ainda mais fundamental por ser uma candidatura feminina, uma vez que Campos disputava contra Arraes e Delegada Patrícia (Podemos).

João Campos é eleito novo prefeito de Recife

João Campos (PSD) foi eleito hoje, domingo, 29 de novembro (29/11), prefeito de Recife, capital de Pernambuco, após conquistar 447.913 mil votos. O resultado da apuração equivale a 56,27% dos votos válidos. João disputou o segundo turno das eleições municipais de 2020 com a prima, Marília Arrraes, candidata pelo Partido dos Trabalhadores (PT).

Cerca de 348.126 votos foram recebidos por Marília, que acumulou 43,73% das indicações para assumir a prefeitura da capital de Pernambuco, Recife. A colocação dos candidatos foi um reflexo do cenário do primeiro turno, quando João também despontava candidato mais votado para assumir a prefeitura da cidade.

A contagem dos votos é divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Votos brancos corresponderam a 3,49% dos registrados, com 30.505 casos. Votos nulos pontuaram 9,19% dos registros, com um total de 80.267 casos.

SEGUNDO TURNO DAS ELEIÇÕES 2020

No Brasil, 18 capitais definiram seus respectivos futuros gestores municipais neste domingo, 29. Além delas, outras 39 cidades brasileiras também vivenciaram um segundo turno de votação. A região Nordeste é a que tem a maior quantidade de capitais que com segundo turno das eleições municipais de 2020, sendo sete cidades.

Em sequência, aparecem a região Norte com cinco capitais, região sudeste serão três capitais. Duas capitais presentem no Centro-Oeste terão segundo turno, enquanto na região sul, apenas Porto Alegre deverá definir os ocupantes da prefeitura neste domingo.

LEIA MAIS | Resultado de pesquisas para segundo turno das eleições 2020 no Brasil

Os eleitores que por algum motivo não votaram no primeiro turno, já tendo justificado a ausência ou não, puderam votar normalmente. Aqueles que não compareceram às urnas devem justificar a ausência dentro do prazo estimado pela Justiça eleitoral, caso contrário ficarão impossibilitados de emitir passaporte e carteira de identidade entre outras coisas. Se o eleitor também não compareceu no primeiro turno, será necessário realizar duas justificações de ausência, uma para cada dia de votação.

MAIS SOBRE ELEIÇÕES 2020

>> TSE esclarece que não cobra multa indevida pelo uso do e-Titulo
>> Saiba como justificar ausência pelo aplicativo de celular E-Título

ADAPTAÇÕES NO PROCESSO ELEITORAL DE 2020

Diante da pandemia do novo coronavírus, o processo eleitoral no Ceará passou por algumas mudanças, como a expansão do horário de votação, além do acréscimo de uma série de normas e protocolos de segurança, obrigatórios na ida às urnas. Além disso, em virtude do novo vírus, o candidato eleitoral de 2020 precisou ser alterado ainda em julho, por conta da crise gerada pela Covid-19.

LEIA MAIS | O que acontece se o eleitor não votar? Saiba como justificar ausência

Apesar das alterações, todo cidadão brasileiro alfabetizado, maior de 18 anos e legalmente capaz é obrigado a votar. O voto é facultativo para os eleitores analfabetos, os maiores de 70 anos, e os que têm entre 16 e 18 anos.

SAIBA MAIS SOBRE AS ELEIÇÕES 2020

>> TSE alerta sobre mensagens falsas de anulação das eleições
>> Eleições 2020: 6,3 mil mulheres recebem um ou zero voto na eleição
>> Descubra quem é favorito nas maiores cidades do Ceará e em capitais pelo Brasil

>> ACOMPANHE AQUI A COBERTURA POLÍTICA FEITA PELO O POVO