PUBLICIDADE
Política
Noticia

Governo exonera secretário que pediu demissão por discordar de ampliação de uso da cloroquina

Titular de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde, Antonio Carlos Campos de Carvalho ficou apenas 18 dias no cargo

Luana Façanha
20:10 | 22/05/2020
Antonio Carlos já tinha se posicionado contra a ampliação do protocolo de uso da cloroquina para pacientes com coronavírus (Foto: Reprodução / Fesbe)
Antonio Carlos já tinha se posicionado contra a ampliação do protocolo de uso da cloroquina para pacientes com coronavírus (Foto: Reprodução / Fesbe)

Em publicação do Diário Oficial da União (DOU) foi confirmada, nesta sexta-feira, 22, a exoneração "a pedido" de Antonio Carlos Campos de Carvalho, agora ex-Secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde do Ministério da Saúde. Nomeado pelo ex-ministro Nelson Teich, o gestor já tinha se posicionado contra a ampliação do protocolo de uso de cloroquina em pacientes com coronavírus, dizendo que pediria demissão caso a ação do governo Bolsonaro avançasse.

| LEIA TAMBÉM |
Sociedade Brasileira de Cardiologia não recomenda o uso de cloroquina e hidroxicloroquina

Cloroquina: risco de arritmia cardíaca é apontado em estudo com 96 mil pacientes com Covid-19

OMS reafirma que cloroquina e hidroxicloroquina não têm eficácia comprovada para coronavírus

"Eu tentei usar a cloroquina, mas não tolerei", diz Cabeto, em alta após contrair coronavírus

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, Antonio Carlos afirmou que o uso da cloroquina em pacientes com sintomas leves não apresentam evidências científicas sólidas. De acordo com o ex-secretário, a decisão teria sido precipitada, e pode trazer riscos graves à saúde. Ele contou que não participou da elaboração do documento que aprova o uso, e teria acontecido “interferências diretas em decisões que não se baseavam em critérios não científicos”.

O uso foi liberado pelo governo desde a última quarta-feira, 20. O medicamento pode trazer complicações cardíacas, com a possibilidade de causar arritimias.