PUBLICIDADE
Política
CONSELHO

Olavo de Carvalho pede que alunos deixem cargos no governo Bolsonaro

Olavo chega a chamar companheiros de Bolsonaro de "pústulas" em postagem no Facebook

13:18 | 08/03/2019

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução) (Foto: Reprodução)

Olavo de Carvalho, escritor tido como guru da família Bolsonaro, recomendou aos seus alunos que deixem o governo do presidente Jair Bolsonaro. A opinião foi dada em post em seu perfil oficial do Facebook nesta sexta-feira, 8. Para ele, o governo está “repleto de inimigos do presidente e inimigos do povo”. Dois dos seguidores indicados por Olavo para cargos no governo são o ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodriguez.

No comunicado Olavo explica que nunca gostou da ideia de seus alunos ocupando cargos do governo. No entanto, achou cruel “destruir essa ilusão” anteriormente. “Todos os meus alunos que ocupam cargos no governo -- umas poucas dezenas, creio eu -- deveriam, no meu entender, abandoná-los o mais cedo possível e voltar à sua vida de estudos”, disse o escritor.

O conselho foi divulgado também em um perfil do Twitter sem verificação oficial do site. Olavo chega a chamar companheiros de Bolsonaro de “pústulas”. O escritor dá aulas online de filosofia desde 2009 e ganhou fama entre os eleitores do presidente. Nos comentários da postagem, apoiadores do governo criticam o comunicado por acharem cedo demais para tomar esse tipo de decisão.

Redação O POVO Online