Participamos do

Floristas vivem a expectativa do aumento das vendas antes do feriado de Finados

Floriculturas da Capital já iniciaram os preparativos visando o aumento das vendas durante o fim do mês de outubro e início de novembro
18:45 | Out. 29, 2021
Autor Gabriel Borges
Foto do autor
Gabriel Borges Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A preparação para o Dia de Finados, que ocorre na próxima terça-feira, 2, já começa a movimentar o comércio de flores na Capital. Apesar da tímida movimentação registrada nesta sexta-feira, 29, a expectativa dos floristas é de que o período traga um aumento no número das vendas.

No Mercado das Flores, localizado na Praça Joaquim Távora, a loja de Michele Ferreira, 39, se destaca pelo colorido das flores disponíveis em suas prateleiras. A florista explica que, apesar das incertezas do momento econômico do País, investiu em seu negócio para o Dia de Finados.

"Faz uma semana que está bem ruim de vendas, mas a expectativa é de melhorar. Meus fornecedores me aconselharam a investir, que daria certo. Infelizmente, sabemos que faleceu muita gente nesses últimos dois anos, acredito que até domingo as pessoas venham comprar", relata.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Michele explica que a flor mais procurada pelos clientes durante este período é o Crisântemo, segundo a vendedora, devido à alta demanda, as flores passaram por um reajuste de preço ao serem repassadas pelos fornecedores.

"O preço do fornecedor está mais caro por causa do período, eu comprava de R$ 6 e agora tá de R$ 8, só por causa do Dia de Finados. Eu comprei o dobro do que geralmente eu peço. Tomara que eu consiga suprir os clientes que venham até aqui", relata.

LEIA TAMBÉM| O que funciona em Fortaleza no feriado de 2 de novembro, Dia de Finados

Em outro ponto da cidade, na Praça das Flores, na Aldeota, Valdirene Oliveira, 45, deixou o box bem florido para chamar a atenção dos clientes. Há 13 anos trabalhando no mesmo ponto, ela conta que, neste período do ano, ela muda um pouco o foco de sua loja.

"A gente aposta muito, investimos muito em flores. Deixamos um pouquinho do verde das plantas de lado e procuramos comprar muito mais flores", comenta.

Homem prepara vasos , na Praça das Flores, para serem vendidas para Dia de Finados
Homem prepara vasos , na Praça das Flores, para serem vendidas para Dia de Finados (Foto: FABIO LIMA)


Além dos Crisântemos, a florista explica que a demanda por Flores do Campo também aumenta durante o fim do mês de outubro e início de novembro. Ciente das dificuldades financeiras dos clientes devido às incertezas do período, ela garante que fará promoção aos que procurarem o seu box.

"Sei que o período não está para gastar muito e por isso temos ofertas. A partir de R$ 10 o cliente encontra uma flor por aqui. A minha expectativa é que esse ano supere o que vendíamos, para tirar o prejuízo do ano passado", destaca.

LEIA TAMBÉM| Veja quais os destinos mais procurados pelos passageiros da Rodoviária de Fortaleza

Com anos de experiência no ramo das flores, Valdirene comenta que já separa um estoque extra para o próprio dia 2, já que, segundo ela, muitos clientes deixam para adquirir o produto de última hora.

"Sempre tem quem vem só no Dia de Finados, já deixo a reserva guardada, a maioria dos nossos clientes é bem brasileiro nesse sentido, deixam pra última hora".

 

Expectativa de 60% de aumento nas vendas

Em outros pontos de venda de Fortaleza a expectativa dos administradores de floriculturas também é positiva para o período, é o que explica Karina Teixeira, responsável pela floricultura Gypsophila.

"Existe uma expectativa muito boa. Com certeza, teremos um aumento considerável agora, cerca de 60% em relação ao período normal. Nos preparamos para esse período, principalmente com flores brancas e amarelas", de acordo com Karina, as flores brancas representam a pureza, e as amarelas a saudade.

Já Sybelle Lucena, proprietária da floricultura Alexia Flores, explica que as vendas na loja aumentam já na véspera do dia 2, além de afirmar que a loja não sofreu tantos impactos durante a pandemia, graças ao sistema de delivery.

"As vendas aumentam mesmo na véspera e no próprio dia. Acredito que teremos uma demanda maior devido a toda a situação que estamos vivendo. Como temos o sistema de delivery, o movimento também foi forte no último ano", explica.

Devido à diminuição do número de restrições sociais em relação ao mesmo período do ano passado, a expectativa é de que o Dia de Finados registre uma movimentação mais intensa do que o observado nos cemitérios de Fortaleza, em 2020.

LEIA TAMBÉM| Famílias realizam preparação de jazigos em cemitérios para o Dia de Finados

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags