Participamos do

Cearense é preso na Argentina suspeito de armazenar 798 kg de droga em Fortaleza

Droga seria utilizada para abastecer tráfico de entorpecentes no interior do Ceará
08:31 | Out. 13, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Cearense é preso pela Polícia Civil (PC-CE) na Argentina suspeito de armazenar cerca de 798 kg de drogas em terreno de Fortaleza. A prisão foi efetuada na última quinta-feira, 7. O homem é investigado por ter guardado os entorpecentes, que foram alvo de apreensão da Polícia Militar no dia 11 de setembro em um terreno particular na avenida Carneiro de Mendonça, no bairro Demócrito Rocha, na Capital cearense.

Inicialmente, agentes da Polícia Militar apreenderam 780 kg de maconha e 18 kg de crack no sábado, 11. A droga estava separada em tabletes, embalados com fita gomada, e prontos para serem comercializados. No mesmo terreno, funcionava um estacionamento privado. Dois homens que estavam no local foram levados à sede do Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denac) para prestar depoimento e liberados na sequência.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

LEIA MAIS | Clubes e FCF vão pedir liberação de maior capacidade de público em jogos no Castelão

Em Pernambuco, homem é salvo de tiro por celular com capinha do Hulk

O entorpecente foi encontrado dentro de várias caixas em uma estrutura de alvenaria abandonada. A Polícia acredita que o local era utilizado como depósito de drogas e servia como ponto estratégico para a distribuição do material ilícito a outras regiões do Ceará.

A PM conseguiu chegar ao local após receber uma denúncia anônima na sexta-feira, 10, que passou a ser investigada pela Assessoria de Inteligência (Asint) da corporação. Segundo o tenente responsável pela ação, Thiago Holanda, a quantidade de droga apreendida e o teor das informações repassadas pelo denunciante levantam a hipótese de que os entorpecentes tinham destino certo: o tráfico de drogas no interior do Ceará. 

Colunistas sempre disponíveis e acessos ilimitados. Assine O POVO+ clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags