PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Igrejas fazem celebrações presenciais em Fortaleza após decisão do STF

Mesmo com alguns templos religiosos fechados na manhã desta segunda-feira na Capital, o domingo de Páscoa foi marcado por celebrações restritas em Igrejas

19:56 | 05/04/2021

Desde o último sábado, 3, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Kassio Nunes Marques autorizou a realização de cultos e missas de forma presencial em todo o Brasil.

A decisão impõe medidas necessárias para o funcionamento dos templos, como: o limite máximo de 25% da capacidade de cada igreja, espaços arejados, distanciamento social, obrigatoriedade do uso de máscaras, aferição de temperatura, além de álcool em gel disponível para os fiéis que cheguem ao local.

Em Fortaleza, a decisão dividiu opiniões entre as lideranças religiosas. Entretanto, o domingo de Páscoa foi marcado por algumas celebrações presenciais em templos da cidade.

Ministério Canaã
Ministério Canaã (Foto: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM)

Pelas redes sociais, o Ministério Canaã publicou um vídeo, no início da tarde do último domingo, 4, em que o pastor Davi Goes destacou que a “igreja sempre foi um serviço essencial”.

Ministério Canaã: medição de temperatura
Ministério Canaã: medição de temperatura (Foto: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM)

Em outra publicação durante a noite do domingo de Páscoa, a página da Igreja mostrou ter colocado em prática a decisão do ministro Kassio Nunes Marques. Pelas fotos, é possível observar o espaçamento entre as cadeiras, além do registro do momento em que a temperatura de um dos fiéis estava sendo aferida."Que domingo especial aqui no Santuário Canaã, podemos receber parte dos irmãos e sentir a presença do Senhor tremendo nesse lugar", dizia a publicação, que mostrava o uso de máscaras por parte daqueles que frequentavam a igreja.

LEIA TAMBÉM| Diocese de Sobral não segue liminar de Kassio Nunes e mantém missas online devido pandemia

Na manhã desta segunda-feira, 5, a equipe do O POVO foi até uma das sedes da Igreja Canaã, localizada na avenida Oliveira Paiva. O local estava fechado.

Em outro ponto da cidade, a Igreja do Senhor Jesus, localizada na avenida Washington Soares, também não apresentou nenhuma movimentação durante esta manhã. Entretanto, o cenário foi outro na tarde do domingo de Páscoa.

"Alegrei-me, quando me disseram: vamos à casa do senhor", diz a postagem que registrou a celebração do culto do último domingo. Pelas imagens é possível observar o distanciamento social entres os fiéis, além do uso de máscaras e verificação de temperatura.

Também localizada na Avenida Washington Soares, a Igreja Batista Reino de Deus foi outra que estava fechada na manhã desta segunda-feira. O local foi palco de celebrações religiosas no domingo.

Igreja Batista Reino
Igreja Batista Reino (Foto: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM)

"E assim foi o nosso domingo fantástico de Páscoa! Ele ressuscitou! Cristo em nós a esperança da Glória!", afirma o post, que traz os registros da celebração presencial realizada durante o último dia da Páscoa. As imagens publicadas nas redes sociais mostram que os fiéis que participaram da celebração faziam uso da máscara.

LEIA TAMBÉM| Reabertura do comércio começa a ser definida nesta terça-feira, 6

Em outros pontos da cidade, como nos bairros Messejana, Sapiranga e Joaquim Távora, a Igreja Universal do Reino de Deus estava com suas portas abertas. Porém, nenhuma celebração foi registrada nesses locais. Com cadeiras vazias, a movimentação era tranquila na manhã desta segunda-feira, 5.

Tempo da Igreja Universal estava aberto nesta manhã, mas sem celebração
Tempo da Igreja Universal estava aberto nesta manhã, mas sem celebração (Foto: FABIO LIMA)

Já na sede da Avenida Tristão Gonçalves, no Centro, a equipe do O POVO foi informada por seguranças da Igreja Universal do Reino de Deus que o movimento no local estava restrito, e que mais informações só poderiam ser repassadas por meio da equipe de comunicação do grupo. Os vidros com fumê impedem a visualização do que ocorre dentro do templo.

Em nota, a comunicação da Igreja Universal ateve-se a informar que a liberação presencial dos cultos no Brasil trouxe felicidade ao bispo Renato Cardoso, responsável pela Igreja.

“É uma ótima notícia que nós recebemos, com muita alegria, nesta véspera de Páscoa. Nós vínhamos esperando que o bom senso prevalecesse. Não queremos minimizar a gravidade ou a seriedade do momento que estamos vivendo, da contaminação pelo coronavírus. Reforçamos a importância de todas as pessoas que são da Fé a seguirem as precauções tanto dentro dos templos, quanto fora”, afirma o bispo.

Igrejas católicas como a "Igreja de Nossa Senhora do Brasil", localizada na avenida Frei Cirilo e a "Igreja Nossa Senhora da Glória" também estavam fechadas nesta segunda-feira, 5.

LEIA TAMBÉM| Papa pede compromisso à comunidade internacional para que vacinas cheguem aos países pobres

A Arquidiocese de Fortaleza informou que o arcebispo Dom José Antonio Aparecido Tosi Marques ainda não se manifestou sobre a reabertura dos templos católicos após a decisão do ministro do STF, Kassio Nunes Marques.

No início de março, a Arquidiocese da Capital emitiu uma nota reforçando a carta circular escrita pelo bispo Dom José Antonio Aparecido Tosi Marques, na qual destaca a importância de acatar as normas sanitárias.

“Devemos estar sempre atentos às determinações das autoridades sanitárias e governamentais quanto às Normas Sociais de isolamento e horários de funcionamento público. Estas acompanham o desenrolar da pandemia e variam conforme as necessidades. A elas também devemos ser atentos e acatar com sabedoria e responsabilidade", destaca.

O novo decreto estadual publicado na noite do último domingo, 4, acata a decisão vinda do ministro do STF. Entretanto, o documento sugere às autoridades religiosas que as celebrações se mantenham de forma virtual.

LEIA TAMBÉM| Plenário do STF deve derrubar decisão de Kássio que libera celebrações religiosas

TAGS