PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

MPCE oficializa pedido para transferência de 12 detentos do Ceará para presídios federais

O pedido já foi formalizado pelo MPCE e encaminhado ao Poder Judiciário em caráter de urgência

16:02 | 27/09/2019
Sistema penitenciário
Sistema penitenciário(Foto: Fabio Lima)

Doze detentos do sistema prisional cearense devem ser transferidos nas próximas horas para presídios federais. O pedido foi oficializado nesta sexta-feira, 27, pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), do Ministério Público do Ceará (MPCE). De acordo com o órgão, foram selecionados aqueles criminosos que podem ter envolvimento nos recentes ataques criminosos no Estado. 

A informação sobre o pedido foi revelada na última quinta-feira, 27, pelo coordenador do Gaeco, o promotor Rinaldo Janja. Segundo ele, apesar de todo o rigor no sistema estadual, há indícios de que os presos ordenaram os ataques. "O critério (para escolha desses 12) é a qualidade do preso. Não é a qualidade boa, é a qualidade dele fazer mal à sociedade. Essa qualidade é que é será valorada pelo juiz que está executando a pena e o juiz federal. O juiz valorando e vendo que eles têm qualidade para ir para o sistema federal, eles são transferidos", disse o promotor.

LEIA TAMBÉM | Confira lista de ataques registrados no Ceará nos últimos dias

O pedido já foi formalizado pelo MPCE e encaminhado ao Poder Judiciário em caráter de urgência. De acordo com o Gaeco, a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) elaborou um parecer técnico com os 12 alvos da transferência. O grupo contém chefes da facção Guardiões do Estado (GDE), que organização criminosa que encabeça os ataques, segundo as investigações. O Gaeco não descarta pedir a transferência de mais internos do sistema prisional do Estado nos próximo dias.  

Justiça

Conforme O POVO Online apurou, o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) já recebeu o pedido. As Varas de Execução Penal e a Vara de Delitos de Organizações Criminosas estão priorizando estas solicitações e os despachos devem ser realizados ainda nesta sexta-feira.

Transferência de presos

Além das transferências para fora do Ceará, o Governo do Estado realiza movimentações internas no sistema prisional. De acordo com a SAP, até esta sexta-feira, 27, 507 detentos foram realocados em unidades cearenses. Conforme Mauro Albuquerque, titular da SAP, a movimentação também tem como objetivo isolar os diferentes tipos de chefes da GDE, enfraquecendo a organização.