Inteligência Artificial: 27% dos empregos podem ser eliminados com esta tecnologia, diz OCDE

Além disso, a organização ressaltou que os países mais expostos são os da Europa Oriental

O relatório Inteligência Artificial (IA) e Empregos apontou que 27% dos empregos dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) são de profissões com alto risco de automatização pela inteligência artificial.

A pesquisa foi divulgada na terça-feira, 11, pela organização. 

A OCDE é uma estruturação formada por 38 membros, com países e parceiros estratégicos dedicados ao desenvolvimento econômico. Ela abrange principalmente nações ricas, mas também algumas economias emergentes como o México.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

No documento, a organização defende que os países precisam agir, o mais rápido possível, com políticas que minimizem os riscos da inteligência artificial no âmbito empregatício.

"Os governos precisam garantir que a IA sirva para criar mercados de trabalho inclusivos, em vez de prejudicá-los", diz o relatório.

Além disso, ressaltou que os países mais expostos são os da Europa Oriental. Os trabalhos de maior risco foram definidos como aqueles que usam mais de 25 das 100 habilidades que os especialistas em IA consideram que podem ser facilmente automatizadas.

A entidade também reforçou seu posicionamento sobre acreditar que os países estão à beira de uma da inteligência artificial no mercado de trabalho.

Por isso, é preciso coletar melhores dados sobre o uso da tecnologia para entender quais empregos mudarão, quais serão criados ou desaparecerão e como as habilidades necessárias estão mudando.

Algumas das recomendações são:

  • Investir em treinamento para trabalhadores menos qualificados e para os mais velhos
  • Encorajar empregadores a instruírem seus funcionários sobre habilidades necessárias para a tecnologia
  • Priorizar a integração da IA à educação. 

O que os trabalhadores e empregadores pensam sobre a IA?

Em 2022, a OCDE reuniu dados sobre o impacto da IA nas pessoas e seus locais de trabalho, nos setores de manufatura e finanças de sete países.

As descobertas revelaram que o uso de IA no trabalho pode trazer resultados positivos para os trabalhadores em relação à satisfação no trabalho, saúde e salários.

No entanto, o relatório informou que também existem riscos em relação à privacidade, intensidade do trabalho e preconceito.

Além disso, demonstrou que 57% trabalhadores possuem medo de perderem seu emprego em dez anos. (Com informações de Agência Estado)

Entenda por que o seu filho precisa aprender Educação Financeira

 

Mais notícias de Economia

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

inteligencia artificial emprego ocde trabalho mercado video

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar