Participamos do

Ceará projeta 12,5 mil empregos com investimento público-privado de R$ 7 bi em saneamento

Estado busca R$ 7 bilhões em investimentos para saneamento com parcerias público-privada com geração de 12,5 mil empregos na Grande Fortaleza e no Cariri
10:47 | Dez. 16, 2021
Autor Alan Magno
Foto do autor
Alan Magno Estagiário de jornalismo
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Para viabilizar coleta e tratamento de esgoto para 1,6 milhão de cearenses até 2023, o Governo do Ceará abre nesta quinta-feira, 16 de dezembro, consulta pública de Parcerias Público-Privada (PPP) com empresas do setor. Objetivo é conseguir aplicação de R$ 7 bilhões de investimentos em saneamento em 23 municípios na Grande Fortaleza e no Cariri até o fim da concessão. 

A concessão pública terá validade de 30 anos com arrecadação R$ 3,2 bilhões nos cinco primeiros anos de validade do projeto. O projeto prevê ainda aumento na arrecadação de todos os municípios envolvidos com geração de 12,5 mil empregos diretos e indiretos no Estado. 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Projeto conta com apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e prevê ampliar a coleta e tratamento de esgoto de 58,9% para 95% da população da região. O leilão da concessão para tratamento de esgoto está previsto para ocorrer no primeiro trimestre de 2022 com a garantia de que o fornecimento de água seguirá sob responsabilidade da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). 

Interessados em realizar tirar dúvidas ou fazerem sugestões para o plano de parceria público-privado podem contribuir até o dia 15 de janeiro de 2022 por meio do site da Cagece. Além disso, o projeto reduzirá a degradação do meio ambiente com a coleta e tratamento do esgotamento sanitário.

“A PPP de esgotamento sanitário do Ceará é um projeto estruturante do Governo do Estado e representa mais uma entrega do BNDES para contribuir com a universalização do saneamento no Brasil, proporcionando investimentos, desenvolvimento econômico e melhoria da qualidade de vida para o povo cearense”, explica Cleverson Aroeira, superintendente da Área de Estruturação de Parcerias de Investimentos do Banco.

O BNDES estima ainda ganhos nas áreas da saúde, aumento da qualidade de vida dos moradores da região beneficiada pela parceria público-privada, além de aumentar a atratividade turística e imobiliária dos municípios. "Deve haver melhorias na saúde, principalmente de crianças, com a diminuição da mortalidade infantil e a contenção de doenças, especialmente as de veiculação hídrica", complementa a entidade. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags