Participamos do

Embraer apresenta aeronaves a energia elétrica, hidrogênio, gás e híbrido-elétrico

Os equipamentos utilizam diferentes matrizes de geração de energia, como eletricidade, célula de combustível de hidrogênio, turbina a gás de duplo combustível e híbrido-elétrico
09:25 | Nov. 09, 2021
Autor Beatriz Cavalcante
Foto do autor
Beatriz Cavalcante Articulista quinzenal do O POVO
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Embraer anunciou uma família de aeronaves com propulsão sustentável, envolvendo eletricidade, célula de combustível de hidrogênio, turbina a gás de duplo combustível e híbrido-elétrico.

O projeto faz parte da meta de zero emissões líquidas de carbono até 2050 e se chama Energia Family, da iniciativa Sustainability in Action.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

É uma parceria com um consórcio internacional de universidades de engenharia, institutos de pesquisas aeronáutica e pequenas e médias empresas para entender melhor a captação, armazenamento e gerenciamento térmico de energia, e suas aplicações para a propulsão sustentável de aeronaves.

Cada aeronave ainda está sendo analisada de acordo com sua viabilidade técnica e comercial.

Saiba detalhes dos diferentes tamanhos e tipos de propulsão:

Energia Hybrid (E9-HE)
•propulsão híbrida-elétrica
•até 90% de redução das emissões de CO2
•9 assentos
•motores montados na parte traseira
•disponibilidade da tecnologia –2030

Energia Electric (E9-FE)
•propulsão elétrica completa
•emissões zero de CO2
•9 assentos
•hélices contra-rotativas traseiras
•disponibilidade da tecnologia - 2035

Energia H2 Fuel Cell Gas Turbine (E19-H2FC)
•propulsão elétrica de hidrogênio
•emissões zero de CO2
•19 assentos
•motores elétricos montados na parte traseira
•disponibilidade da tecnologia – 2035

Energia Gas Turbine (E50-H2GT)
•propulsão de hidrogênio ou SAF / JetA
•redução de emissões de CO2 em até 100%
•35 a 50 assentos
•motores montados na parte traseira
•disponibilidade da tecnologia - 2040

Segundo a empresa, embora os aviões da Energia Family ainda estejam na fase de projeto, a Embraer já avançou na redução das emissões de suas aeronaves.

Com isso, houve teste do combustível sustentável de aviação (SAF), misturas de cana de açúcar e combustível derivado da planta de camelina e combustível fóssil, na família de E-Jets. A meta da empresa é ter todos os aviões da Embraer compatíveis com SAF até 2030.

Em agosto passado, a Embraer fez voos com seu Demonstrador Elétrico, um monomotor EMB-203 Ipanema, 100% movido a eletricidade. Já um demonstrador de célula de combustível de hidrogênio está planejado para 2025 e o eVTOL, um veículo de decolagem e pouso vertical totalmente elétrico e com zero emissões, está sendo desenvolvido para entrar em operação em 2026.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags