Participamos do

Black Friday: o que vale a pena comprar?

Os descontos representam o maior atrativo da Black Friday, mas o consumidor deve estar atento e pesquisar os preços dos produtos que deseja comprar antes do período de promoções
20:10 | Out. 14, 2021
Autor Carolina Parente
Foto do autor
Carolina Parente Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Conhecida pelos descontos no varejo, a Black Friday se tornou uma dos dias mais importantes do comércio brasileiro. Neste ano, a data ocorrerá este ano no dia 26 de novembro e vale lembrar: nem sempre os produtos mais desejados possuem os melhores descontos.

Para garantir o bom aproveitamento das ofertas quando o dia 26 de novembro chegar, o consumidor deve estar atento e pesquisar os preços dos produtos que deseja comprar antes do período de promoções. Em outubro, muitas lojas elevam os preços das mercadorias e, no dia em que se propõem a liquidar os produtos, reduzem os valores dos bens de consumo, fraudando os descontos, o que rendeu o apelido de “Black Fraude” à data.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O que vale a pena comprar na Black Friday?

Conforme levantamento realizado pela plataforma Promobit, em 2019, livros e e-books foram os produtos que mais valeram a pena comprar na Black Friday. Os produtos tiveram média de 77% de desconto. O ranking foi seguido pelos eletrodomésticos, com média de 51% de desconto, e pelos artigos de informática, com média de 42% de desconto. Televisões, câmeras, relógios e smartphones também estiveram bem colocados na pesquisa.

Segundo dados coletados pela empresa especializada em SEO para negócios digitais Conversion, os produtos mais buscados na Black Friday 2020 foram os eletrônicos e eletrodomésticos, citados por 60% dos entrevistados. Os celulares eram desejados por 59% dos consumidores. Artigos de moda e acessórios eram buscados por 47% das pessoas.

Em 2020, para ajudar os consumidores na escolha dos produtos que obtiveram desconto efetivo na Black Friday, a Confederação Nacional do Comércio (CNC) estudou a variação de preços no decorrer de 40 dias encerrados em 15 de novembro (mais ou menos duas semanas antes de o evento começar no ano passado).

Todos os dias foi realizada a coleta dos preços de mais de dois mil itens agrupados em 48 categorias. O resultado da análise apontou quais itens têm maior probabilidade de receberem descontos efetivos com base na variação positiva ou negativa dos valores dos produtos.

Os produtos que sofreram variação negativa nos preços têm maior probabilidade de desconto real:

  • Console de videogame: -19%
  • Notebook: -17%
  • Games PC: -14%
  • Calça Masculina: -13%
  • Aspirador de pó e água: -11%
  • Smart TV Box: -10%
  • Tênis: -8%
  • Bolsa: -6%
  • Sapato Masculino: -6%
  • Purificador de água/Filtro: -5%
  • Smartwatch: -5%
  • Micro-ondas: -4%
  • Monitor: -4%

Os produtos que sofreram variação positiva nos preços têm menor probabilidade de desconto real:

  • Bicicleta: 22%
  • Colchão: 21%
  • Camisas de Clubes de Futebol: 17%
  • Joystick: 15%
  • Óculos de Sol: 10%
  • Capa para Smartphone: 9%
  • Móveis para Cozinha: 8%
  • Patins: 8%
  • Cafeteira Elétrica: 7%
  • Skate/Hoverboard: 6%
  • Ar-condicionado: 6%
  • Fogão: 5%
  • Lavadora de Roupas: 5%

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags