Participamos do

Black Friday: dicas para não cair em golpes e comprar com segurança

De acordo com a ClearSale, empresa especializada em soluções antifraude, as práticas de fraude devem crescer 52% na Black Friday de 2021; confira dicas para não cair em golpes e comprar com segurança
00:05 | Out. 08, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Desde que chegou ao Brasil em 2010, a Black Friday caiu no gosto do brasileiro e todos os anos os consumidores criam grandes expectativas para as promoções desse período, que sempre acontece em novembro. Este ano, o evento está marcado para o dia 26 de novembro (26/11), na última sexta-feira do mês, porém, muitos estabelecimentos tendem a ampliar o período de liquidações para a semana inteira, geralmente iniciando na segunda-feira anterior à Black Friday.

Com a popularidade do dia oficial de promoções, os golpes durante esse período também são muito comuns de acontecer. De acordo com a ClearSale, empresa especializada em soluções antifraude nos mais diversos segmentos, as práticas de fraude devem crescer 52% na Black Friday de 2021. Logo, é importante avaliar criteriosamente o valor e pagamento de suas suas compras para o "barato" não sair caro, ou não acabar comprando algo pela "metade do dobro" do produto e cair na famosa "Black Fraude". Confira dicas para não cair em fraudes durante a Black Friday:

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine
  • Planeje e pesquise suas compras 

É preciso planejar o que você realmente pretende comprar para pesquisar os preços ao longo do período e observar se não houve algum aumento no valor antes da Black Friday. Afinal, é comum que algumas lojas subam os preços um tempo antes para chamarem atenção no dia com um grande desconto. 

Alguns sites e aplicativos ajudam na tarefa de monitorar os preços na internet. Por meio deles, é possível visualizar quando algum item teve aumento ou queda no valor de venda, podendo ser observado todo o histórico de preço de um determinado produto. Confira algumas opções abaixo para você monitorar os preços:

Olhar Digital Ofertas: se trata de um plugin para seu navegador que compara os preços em diversas lojas, analisa a variação ao longo do tempo, testa automaticamente cupons de desconto e alerta quando um produto chega a um preço que lhe interessa. O plugin garante segurança, monitorando mais de 30 lojas em todo o Brasil, sem acessar seus dados pessoais e sem afetar a velocidade de navegação.

Black ou Fraude: o serviço ajuda a evitar outro tipo de golpe: o frete abusivo. Muitas vezes, o "desconto" do produto vai todo no frete, o que acaba fazendo o cliente pagar o mesmo valor pela atração do preço do item desejado. 

Você pode conferir dicas de outros aplicativos que monitoram os preços no Dei Valor, do O POVO.

  • Atenção para falsas promoções

Com o crescimento da Black Friday, os consumidores estão cada vez mais adeptos às compras online, o que prioriza o dobro de cuidado. E-mail, sms, telefonema, mensagens de WhatsApp e falsos anúncios são só algumas das táticas digitais de fraudes durante o período tão aguardado de promoções.

As e-commerce falsas, que se tratam de um site de produtos idêntico ao de um grande varejista, porém com outro domínio, também são muito comuns. É importante se atentar ao domínio do site, que pode ser substituído de formas que podem confundir ao olhar rápido, como por exemplo: opovo.com.br por opovoo.com.br 

Além disso, o cadeado (HTTPS), que fica do lado esquerdo da barra de endereço do site, não é garantia de idoneidade da loja: sites com selos de segurança garantem o sigilo dos dados, não sua confiabilidade. Muitos endereços clonados têm URLs com protocolo HTTPS

  • Se atente ao parcelamento da compra 

Nas opções de parcelamento que algumas lojas oferecem, existem situações em que a cobrança das parcelas é tão alta que o valor final não compensa, mesmo com o preço tentador ofertado. Esse é um dos grandes cuidados a ser tomado, sendo importante sempre calcular 

Além disso, por mais que o parcelamento pareça uma boa ideia inicialmente, não deixe de avaliar se ele cabe nas suas finanças, sem comprometer a sua capacidade de pagamento. 

  • Prefira utilizar cartão virtual

Para compras online, opte sempre pelo cartão virtual. Um "novo cartão" é ativado no próprio aplicativo e, no geral, o número só fica disponível por determinado tempo, sendo expirado em seguida e não podendo ser mais utilizado, trazendo, dessa forma, mais segurança. 

Também há situações em que a emissora do cartão mantém os dados, mas permite que você faça o bloqueio e desbloqueio a qualquer momento no aplicativo. Sendo assim, quando não estiver utilizando, basta fazer o procedimento para bloquear o recurso.

Com essas alternativas, se o seu cartão for clonado, você pode simplesmente cancelar o número virtual sem passar pelo incômodo de ter que cancelar o número real e emitir um novo cartão.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags