Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Passaporte da vacina para entrar em eventos no Ceará será debatido pelo Estado hoje, 10

Informação foi divulgada pelo governador do Estado, Camilo Santana (PT), em transmissão ao vivo pelas redes sociais nesta sexta-feira, 10 de setembro
10:53 | Set. 10, 2021
Autor Alan Magno
Foto do autor
Alan Magno Estagiário do O POVO Online
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Diante do avanço do processo de imunização e do andamento do plano de retomada gradual das atividades sociais e econômicas no Ceará, a exigência da vacinação para acesso a serviços e eventos no Estado será o próximo tema discutido pela gestão estadual.

A viabilidade, bem como eventuais regras da implementação e abrangência do conhecido como "passaporte da vacina" será o foco da reunião semanal do Comitê multisetorial de enfrentamento à pandemia de Covid-19 do Estado desta sexta-feira, 10 de setembro. 

Informação foi divulgada pelo Governador do Estado, Camilo Santana (PT), em transmissão ao vivo pelas redes sociais que afirmou posicionamento favorável a adoção da medida.

"Esperamos nos próximas reuniões do Comitê aprovar essa implementação porque não podemos ter nenhum tipo de retrocesso no processo de retomada econômica e no combate a Covid-19", frisa Camilo. 

O debate sobre a medida entra em paralelo com o avanço na retomada das atividades e deve ser uma das formas de avançar na liberação dos eventos sociais no Ceará, impulsionando a recuperação da economia no Estado, conforme o governador. 

Conforme balanço do "vacinômetro" do estado, até a última quarta-feira, 8 de setembro, foram aplicadas 8,3 milhões de doses de vacina contra Covid-19. São 5,6 milhões de primeiras doses e 2,7 milhões de pessoas completamente imunizadas contra o coronavírus com as duas doses ou dose única da vacina.

Frente aos números de vacinas aplicadas, e o impacto gerado nos números da pandemia, com redução de novos casos e mortes pela Covid-19, Camilo pontua que espera vacinar toda população do Ceará até o fim do ano como forma de garantir a permanência da recuperação econômica

Contudo, o surgimento de novas variantes tem preocupado as entidades sanitárias e de saúde do Estado e como forma de incentivar a vacinação, o governador destaca a importância da implementação da exigência de vacinação para acessos aos serviços, estabelecimentos e livre circulação em espaços públicos no Estado. 

"Estamos muito pertos de superar esse momento, falta pouco, mas ainda precisamos ter cuidado, ter cautela. Precisamos da colaboração de todos", complementa o gestor estadual. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Passaporte da vacina no Ceará inclui não apenas eventos, mas acesso a serviços

ECONOMIA
15:48 | Set. 10, 2021
Autor Alan Magno
Foto do autor
Alan Magno Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O passaporte da vacina em estudo no Ceará inclui não apenas eventos, mas acesso a serviços. A medida a ser implementada foi discutida nesta sexta-feira, 10 de setembro, em reunião do Comitê Estadual de Enfrentamento à Covid-19, que acontece semanalmente.

Liderada pelo governador Camilo Santana (PT), o comitê ainda debateu os dados epidemiológicos, que seguem em queda em Fortaleza e em todo o Estado, bem como o avanço da vacinação.

A ideia é que, diante do avanço do processo de imunização e do andamento do plano de retomada gradual das atividades sociais e econômicas no Ceará, haja exigência da vacinação para acesso a serviços e eventos no Estado.

"Esperamos nos próximas reuniões do Comitê aprovar essa implementação, porque não podemos ter nenhum tipo de retrocesso no processo de retomada econômica e no combate a Covid-19", frisa Camilo. 

O debate sobre a medida entra em paralelo com o avanço na retomada das atividades e deve ser uma das formas de avançar na liberação dos eventos sociais no Ceará, impulsionando a recuperação da economia no Estado, conforme o governador. 

Conforme balanço do "vacinômetro" do estado, até a última quarta-feira, 8 de setembro, foram aplicadas 8,3 milhões de doses de vacina contra Covid-19. São 5,6 milhões de primeiras doses e 2,7 milhões de pessoas completamente imunizadas contra o coronavírus com as duas doses ou dose única da vacina.

Frente aos números de vacinas aplicadas, e o impacto gerado nos números da pandemia, com redução de novos casos e mortes pela Covid-19, Camilo pontua que espera vacinar toda população do Ceará até o fim do ano como forma de garantir a permanência da recuperação econômica

Contudo, o surgimento de novas variantes tem preocupado as entidades sanitárias e de saúde do Estado e como forma de incentivar a vacinação, o governador destaca a importância da implementação da exigência de vacinação para acessos aos serviços, estabelecimentos e livre circulação em espaços públicos no Estado. 

"Estamos muito pertos de superar esse momento, falta pouco, mas ainda precisamos ter cuidado, ter cautela. Precisamos da colaboração de todos", complementa o gestor estadual. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Em inauguração de escola profissionalizante, Camilo diz que ainda é preciso solucionar atrasos nos repasses

Ceará
20:06 | Set. 09, 2021
Autor Gabriel Borges
Foto do autor
Gabriel Borges Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Governo do Estado inaugurou a nova sede da Escola de Ensino Médio em Tempo Integral (EEMTI) General Eudoro Corrêa, no bairro Parangaba, em Fortaleza, nesta quinta-feira, 9. O governador Camilo Santana e o prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT) estiveram presentes.

Os gestores ressaltaram a importância das políticas públicas para o setor educacional. Com 124 escolas profissionalizantes no Estado, Camilo destaca que ainda é preciso solucionar atraso no repasse dos recursos por parte do Governo Federal.

Diante das dificuldades impostas pela pandemia, os governantes entendem que o desenvolvimento educacional dos jovens cearenses foi bastante prejudicado.

"Vamos repassar R$ 130 milhões para distribuir entre todos os municípios cearenses, para que possamos retomar de forma mais segura, melhorar os equipamentos, a estruturação, e ajudar no reforço das aulas dos nossos alunos", afirmou o governador Camilo Santana.

Durante este mês de setembro, o Conselho Estadual de Educação (CEE), em parceria com a Secretaria de Educação do Ceará (Seduc), realizam uma avaliação das condições de oferta dos cursos das Escolas Profissionalizantes.

Questionado pelo O POVO sobre a viabilização de recursos por parte do Governo Federal para a manutenção e expansão das Escolas Estaduais de Educação Profissional (EEEPs), o governador informou que há atrasos nos repasses.

"Várias escolas que o Estado está construindo são com recursos do fundo nacional da educação. Nós temos sempre procurado dialogar, há alguns atrasos nos repasses, mas tenho feito o apelo, a nossa secretaria tem sempre tentado dialogar para garantir que não haja descontinuidade dessas obras", explica Camilo.

Sobre a inauguração da escola de ensino médio, realizada nesta quinta-feira, 9, Camilo diz acreditar que a escolas de tempo integral são o melhor caminho para o desenvolvimento educacional dos estudantes. Novas escolas estão previstas para serem inauguradas nas próximas semanas, ainda de acordo com ele.

"O Estado já está com mais de 50% das suas escolas de ensino médio, já de tempo integral, o que é uma grande política, não só de dar oportunidade aos nossos jovens, mas de proteção", afirmou o governador, que disse almejar um "despertar nacional", onde todas as escolas públicas se tornem de tempo integral.

O prefeito de Fortaleza acredita que esse tipo de ação é extremamente positiva e exaltou a implementação desse tipo de política na Capital cearense. "Quero registrar que Fortaleza é a capital brasileira com a maior cobertura do ensino de tempo integral, e nossos equipamentos, que são 581, foram todos requalificados", destaca.

Desde a última quarta-feira, 8, a rede municipal de ensino de Fortaleza voltou a oferecer aulas presenciais. O modelo híbrido, que apresenta um revezamento semanal entre os estudantes, deve ser completamente implantado até o fim do mês de setembro.

O POVO contatou via e-mail, na noite desta quinta-feira, 9, o Ministério da Educação para buscar um posicionamento sobre os repasses que Camilo alegou estarem atrasados, mas não foi respondido até a publicação desta matéria. A reportagem também telefonou para o órgão federal, mas as ligações não foram atendidas ou retornadas.

LEIA TAMBÉM | Paralisação dos caminhoneiros: número de corredores logísticos criados para garantir abastecimento chega a 12

Melhorias estruturais da escola

A inauguração da Escola de Ensino Médio em Tempo Integral (EEMTI) General Eudoro Corrêa trouxe uma motivação a mais para os estudantes. Com capacidade para atender até 480 alunos, Juan Pablo, 17, é um dos estudantes que irá usufruir da nova estrutura. "Não imagino quem não iria querer estudar aqui, vendo uma escola dessa. Não tenho nada a reclamar. Comparada com a antiga, aqui ficou mil vezes melhor", comenta.

As melhorias do novo espaço também foram notadas pela estudante Mariana Aquino, 17. Ela destaca todos os novos laboratórios que foram construídos no colégio. "Eu achei a nova estrutura excelente, ela não deixa a desejar em nada. Tem um auditório e um laboratório de física, matemática, química e informática. Tá tudo muito bom", destaca.

O prédio possui três pavimentos, com 12 salas de aula, um amplo auditório, além de uma biblioteca, laboratórios e um ginásio poliesportivo.

Raul Campos, coordenador escolar, comenta sobre os avanços do local. "Esse prédio novo tem um avanço muito grande em comparação com o que a gente tinha. As salas de aulas são climatizadas e possuem um formato que melhora muito as questões da concentração e do conforto", conta.

Campos exalta a evolução que os equipamentos escolares receberam durante as últimas décadas. Segundo ele, a estrutura do novo equipamento não deixa a desejar se comparada com escolas particulares. "Eu estou na educação do Estado há 15 anos, vemos equipamentos que talvez até mesmo alunos da escola particular não tenham acesso. São muitos espaços importantes".

LEIA TAMBÉM | Tiro que matou vendedora em shopping partiu da arma do segurança da loja, conclui perícia

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Camilo sobre nota de Bolsonaro: "Ninguém neste país está acima da lei e da Constituição"

Governador
19:34 | Set. 09, 2021
Autor Filipe Pereira
Foto do autor
Filipe Pereira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O governador do Ceará Camilo Santana (PT) usou suas redes sociais nesta quinta-feira, 9, para repercutir a manifestação pública do presidente Jair Bolsonaro de recuo nos ataques ao Supremo Tribunal Federal e aos poderes da República. Em publicação, o petista desejou que o gesto “se transforme em ações práticas de respeito à democracia e às instituições” e destacou que, no Brasil, “ninguém está acima da lei e da Constituição. 

"Que o gesto do presidente neste dia se transforme em ações práticas de respeito à democracia e às instituições. Ninguém neste país está acima da lei e da Constituição. Ninguém", disse Camilo. 

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Novo decreto: o que pode e o que não pode a partir desta segunda no Ceará

Exercícios
13:38 | Set. 05, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O novo decreto de isolamento social no Ceará já começa a valer a partir de amanhã, segunda feira, 6 de setembro (06/09). Anunciado por Camilo Santana na última sexta-feira, 3, o documento traz alterações no horário de funcionamento do comércio de rua e das academias de ginástica, por exemplo.

As mudanças valem até o dia 19 de setembro - desde meados de agosto, novos decretos são anunciados a cada 15 dias. Previsão de anúncio de outro decreto com mais mudanças ou a renovação do mesmo ofício apenas no próximo dia 17 de setembro (17/09). "Verificada tendência de crescimento dos indicadores da pandemia após a publicação deste Decreto, as autoridades da saúde avaliarão o cenário,
admitido, a qualquer tempo, se necessário, o restabelecimento das medidas restritivas originariamente previstas", diz o documento. 

O POVO organizou uma lista do que pode e o que não pode a partir de amanhã baseada no decreto, confira:

Atividades religiosas e setores do comércio e serviços: o que mudou?

  • Comércio de rua passa a funcionar das 8h às 22h, com limitação de 50% da capacidade de atendimento;
  • Academias passam a funcionar das 5h30 às 22h30;
  • Eventos autorizados com limitação de até 300 pessoas, conforme protocolo específico;
  • Autorização de eventos-teste, seguindo os protocolos sanitários, incluindo a obrigatoriedade de todos comprovarem o esquema vacinal completo (D1 + D2 ou dose única) e exames negativos com testes válidos até 48h horas antes dos eventos;
  • Restaurantes seguem podendo funcionar de 8h às 0h, exceto para os estabelecidos em shoppings, que funcionarão a partir de 10h;
  • As instituições religiosas poderão realizar celebrações presenciais, desde que respeitados o limite de 70% (setenta cento) da capacidade, o horário de “toque de recolher” e as regras estabelecidas em protocolos sanitários, mantida, em todo caso, a recomendação para que as celebrações permaneçam sendo realizadas exclusivamente da forma virtual;
  • Barracas de praia seguem podendo funcionar das 8h às 0h.
  • Estabelecimentos que operam como "buffet" e assemelhados poderão funcionar como restaurante, obedecendo as medidas para o setor de alimentação fora do lar
  • Autoescolas poderão ministrar aulas práticas a partir das 6h, de segunda a domingo, e também podem funcionar para atendimento das 8h às 22h;
  • Restaurantes de hotéis, pousadas e congêneres poderão funcionar sem restrição de horário para hóspedes;
  • Permanece autorizada a operação de até 50% da frota de buggy, com recomendações;

O que segue proibido: quais atividades não estão liberadas?

  • Festas e alguns tipos de eventos;
  • Vedação à entrada e permanência em hospitais, públicos ou particulares, de pessoas estranhas à operação da respectiva unidade, à exceção de pacientes, seus acompanhantes e profissionais que trabalhem no local;
  • Aglomerações de pessoas em espaços públicos ou privados;

Toque de recolher no Ceará: qual o horário e o que não pode?

  • O “toque de recolher” será observado, nos municípios do Estado, de segunda a domingo, no horário de 1h às 5h;
  • O que não pode: a circulação de pessoas nas ruas e espaços públicos;
  • O que pode: deslocamentos somente nos casos de serviços de entrega, para atividades liberadas nos termos do inciso II, deste artigo, ou em função do exercício da advocacia ou de funções essenciais à Justiça na defesa da liberdade individual.

O que pode: quais atividades estão liberadas?

  • Autorização para a realização por meio virtual, inclusive para registro de votos, das assembleias ordinárias e extraordinárias de condomínios residenciais ou não residenciais, verticais ou horizontais;
  • Uso de máscara segue obrigatório;
  • Uso controlado dos espaços comuns e equipamentos de lazer em condomínios de praia; Permitido o uso de equipamentos públicos culturais, exclusivamente para transmissão virtual de atividades culturais, sem a presença de público;
  • O uso de espaços públicos e privados abertos, inclusive “arenhinhas”, para a prática de atividade física e esportiva individual ou coletiva, desde que evitadas aglomerações;
  • É permitido o acesso às praias, desde que preservado o distanciamento social e evitadas aglomerações.
  • Operação de piscinas e parques aquáticos em barracas de praia, limitada em 30% da capacidade;
  • Funcionamento de feiras livres, obedecido protocolos;
  • Liberação de áreas de lazer e das piscinas de clubes, obedecidos protocolos;
  • Operação de parques de diversão, com capacidade máxima de 30%;
  • O funcionamento de teatros, museus, bibliotecas e cinemas, observadas as regras estabelecidas em protocolo sanitário, bem como a limitação de capacidade de 50%;
  • As atividades no Polo de Artesanato da Beira-Mar, no município de Fortaleza;
  • O funcionamento de parques aquáticos associados a empreendimentos hoteleiros, limitada a 60%;
  • Apresentações musicais nas áreas comuns de condomínios realizadas por, no máximo, 2 (dois) profissionais, desde que seja essa uma iniciativa do próprio condomínio e siga outros protocolos;
  • Funcionamento de espaços em clubes para a prática de esporte ou atividades físicas individuais e coletivas, observado protocolos;
  • A realização de concursos e seleção públicas destinadas ao preenchimento de cargos ou funções no serviço público, cabendo protocolos.
  • Os treinos, as provas e os jogos de competições esportivas, individuais ou coletivas, estão autorizados, desde que sem a presença de público.

Atividades de ensino: o que mudou?

>> Clique aqui para conferir o novo decreto de isolamento social no Ceará <<

 

 

 

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Por que vai ter feriadão durante os dias 6 e 10 de setembro para algumas pessoas em Fortaleza?

11:29 | Set. 05, 2021
Autor Wanderson Trindade
Foto do autor
Wanderson Trindade Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A semana que se aproxima será de folga para parte dos fortalezenses. Além do feriado de 7 de setembro, quando será celebrado o Dia da Independência do Brasil, alunos das escolas particulares não terão aulas durante toda a semana.

O motivo é o remanejamento de outro feriado que vem lá de trás: o Carnaval. Em fevereiro, em meio ao aumento de casos de Covid-19, o Sindicato de Educação da Livre Iniciativa do Estado do Ceará (Sinepe) decidiu pelo adiamento.

As folgas foram reagendadas para os dias 6, 8, 9 e 10 de setembro. Desta forma, as datas se unem ao feriado de Independência, celebrado nesta terça-feira.

Isso ocorre também porque, à época, o governador Camilo Santana (PT) havia feito a recomendação de manter a abertura das escolas no período carnavalesco, quando todas as regiões do Estado chegaram a apresentar aumento de 75% a 200% de casos de infecção do novo coronavírus.

 

Escolas públicas

 

Por outro lado, as escolas públicas não aderiram ao adiamento. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação (SME) de Fortaleza, a compensação do feriado de Carnaval nas escolas municipais foi ajustada dentro do calendário letivo.

Já nas escolas estaduais, os pontos facultativos referentes ao período carnavalesco (15 e 16 de fevereiro) foram considerados como dias úteis neste ano, seguindo a recomendação do Governo Estadual. A secretaria informou ainda que as escolas foram orientadas a organizar o calendário letivo, incluindo feriados e datas comemorativas.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags