Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Prefeitura prorroga levantamento do comércio informal da José Avelino até 16 de setembro

A coleta de dados está ocorrendo na unidade móvel da SDE, no estacionamento do Mercado Central
10:26 | Set. 08, 2021
Autor Irna Cavalcante
Foto do autor
Irna Cavalcante Repórter no OPOVO
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Prefeitura de Fortaleza prorrogou, até o dia 16 de setembro, a coleta de dados das pessoas que trabalham no comércio informal da rua José Avelino e entorno. Até o último dia 3, o levantamento, feito pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico, identificou 2.903 pessoas trabalhando na área. A coleta será retomada nesta quarta-feira, dia 08, das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas.

Leia Mais| José Avelino: cadeia econômica que gera renda para mais de 100 mil pessoas

+ Prefeitura inicia levantamento de dados para planejar soluções ao comércio na José Avelino

+ Familiares de feirante morto pedem mais atenção da Prefeitura e celeridade nas investigações

O atendimento é realizado na unidade móvel da SDE, no estacionamento do Mercado Central. A medida é uma das ações criadas pelo grupo de trabalho da Prefeitura, formado por diversos secretários, em busca de uma solução para ocupação informal da José Avelino.

"A primeira deliberação do grupo foi o levantamento de dados. Então, após coletar os dados de quase três mil comerciantes, nós vamos prorrogar a coleta por mais uma semana. Após essa data, nós faremos o cruzamento de dados e apresentaremos ao prefeito cenários para uma decisão que possa propor soluções para a região", explica o secretário de Governo, Renato Lima. "Isso foi definido para evitar decisões subdimensionadas", pontua.

A medida foi adotada após confronto entre a Guarda Municipal de Fortaleza e feirantes da José Avelino no dia 18 de agosto. Na ocasião, o feirante Naison Abdenego de Sousa Barros, de 31 anos, foi morto. O crime é investigado pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE).

De acordo com o levantamento feito até agora, a maior parte das pessoas atendidas é formada por mulheres (57%), com idade entre 31 e 45 anos e com residência em Fortaleza, principalmente nos bairros Barra do Ceará, Centro e Quintino Cunha.

Metade tem o ensino médio e 41% completaram o ensino fundamental. O produto mais comercializado são roupas. Além disso, o levantamento identificou que 1.491 ficam na avenida Alberto Nepomuceno e 1.053, na rua José Avelino.

Serviço:

Levantamento do comércio informal da rua José Avelino e entorno
Datas: 08, 09, 10, 13, 14, 15 e 16 de setembro
Atendimento: segunda a sexta-feira
Horário: 8h às 12h e 13h às 17h
Local: Unidade Móvel da SDE - estacionamento do Mercado Central (avenida Alberto Nepomuceno, 199 - Centro)
Mais informações: 0800 081 4141

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Calendário de semeadura de soja passa a ser obrigatório no Ceará e mais 19 estados

Economia
09:33 | Set. 08, 2021
Autor Irna Cavalcante
Foto do autor
Irna Cavalcante Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) estabeleceu um calendário de semeadura de soja referente à safra 2021/2022, que deverão ser seguidos pelos estados produtores em todo o País. A medida fitossanitária visa racionalizar o número de aplicação de fungicidas e reduzir os riscos de desenvolvimento de resistência do fungo Phakopsora pachyrhizi às moléculas químicas utilizadas no controle desta praga. No Ceará, o calendário vai de 16 de setembro deste ano a 3 de fevereiro de 2022. 

 

Até então, o calendário de semeadura da soja era estabelecida somente nos estados da Bahia, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e Tocantins. 

Com a Portaria nº 389, passa a ser obrigatória também, a partir desta safra, nos estados do Ceará, Acre, Alagoas, Amapá, Distrito Federal, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraná, Piauí, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima e São Paulo.

Ao todo, serão 20 unidades da federação com período determinado para início e final do plantio. Os calendários foram estabelecidos a partir das sugestões de Agências Estaduais de Defesa Agropecuária e do Zoneamento Agrícola de Risco Climático, ajustados em função das condições peculiares de cada região produtora.

“Os ajustes foram efetuados pela coordenação nacional do PNFS, que identificou a necessidade de ampliação da coleta de dados que amparem a delimitação dos diferentes períodos dos calendários de semeadura, assim como o seu efetivo impacto nos resultados pretendidos do programa”, explica a coordenadora-geral de Proteção de Plantas, Graciane de Castro.

Segundo a coordenadora, o objetivo é que a medida seja implementada de forma orgânica e gradual, permitindo que os períodos subsequentes sejam estipulados de forma coerente com o contexto de cada região produtiva, em especial no que se refere às características edafoclimáticas, às práticas de manejo adotadas na prevenção e controle da praga e os resultados dos monitoramentos relativos à sua ocorrência em cada ano agrícola.

A Ferrugem Asiática, causada pelo fungo Phakopsora pachyrhizi, e considerada uma das mais severas que incidem na cultura da soja, podendo ocorrer em qualquer estádio fenológico. Nas diversas regiões geográficas onde a ferrugem asiática foi relatada em níveis epidêmicos, os danos variam de 10% a 90% da produção.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Pesquisas da Fenauto e da Fenabrave indicam recuperação do setor de automóveis

Economia
21:31 | Set. 06, 2021
Autor Laura Beatriz
Foto do autor
Laura Beatriz Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A entidade que representa o setor de lojistas de veículos multimarcas por todo o Brasil (Feneauto) publicou, nesta segunda-feira (06), seu relatório periódico com os resultados nas vendas de veículos seminovos e usados, durante o mês de agosto. Segundo o estudo, o volume de vendas se manteve positivo e registrou um aumento de 1% em relação ao mês de julho.

O relatório traz, também, outros resultados importantes como o da comparação com o mês de agosto de 2020, registrando um aumento de 13,8%. No comparativo acumulado do ano, a evolução também é positiva em 47,2% com relação ao mesmo período do ano passado. Em agosto foram comercializadas 1.438.855 unidades contra 1.424.130 em julho.

“nossa expectativa é que, até o final de 2021 conseguiremos manter um ritmo positivo, em função, ainda, da alta procura pelos seminovos e usados, provocada pela dificuldade na aquisição de veículos zero quilômetro”, disse o presidente da Federação, Ilídio dos Santos. 

Em uma pesquisa divulgada pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), entidade representativa do setor de Distribuição de Veículos no Brasil, no dia 2 deste mês, alguns dados também chamaram atenção.

No Ceará, a saída de carros das concessionárias teve um acumulado positivo em relação ao mesmo período do ano passado (janeiro a agosto de 2020), em todas as categorias de veículos. Veja os dados abaixo:


Auto
Acumulado de janeiro a agosto de 2021: 24015
Acumulado de janeiro a agosto de 2020: 19827
Variação de 21,12

Comercial Leve
Acumulado de janeiro a agosto de 2021: 5717
Acumulado de janeiro a agosto de 2020: 2977
Variação de 92,04

Caminhão
Acumulado de janeiro a agosto de 2021: 1486
Acumulado de janeiro a agosto de 2020: 985
Variação de 50,86

Ônibus
Acumulado de janeiro a agosto de 2021: 204
Acumulado de janeiro a agosto de 2020: 146
Variação de 39,73

Moto
Acumulado de janeiro a agosto de 2021: 37724
Acumulado de janeiro a agosto de 2020: 28700
Variação de 31,44

Implemento Rodoviário
Acumulado de janeiro a agosto de 2021: 797
Acumulado de janeiro a agosto de 2020: 551
Variação de 44,65

Outros
Acumulado de janeiro a agosto de 2021: 1722
Acumulado de janeiro a agosto de 2020: 893
Variação de 92,83

Assim também aconteceu na capital cearense, automóveis emplacados com um acumulado positivo em todas as categorias de veículos.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Governo diz que intercâmbio econômico Ceará, Pernambuco e Paraíba será impulsionado com restauração da CE-397

ECONOMIA
20:33 | Set. 06, 2021
Autor Beatriz Cavalcante
Foto do autor
Beatriz Cavalcante Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Governo do Ceará divulgou nesta segunda-feira, 6, balanço com investimento que soma R$ 35,5 milhões na CE-397. Segundo o Executivo estadual, o intercâmbio socioeconômico entre Ceará, Pernambuco e Paraíba deve ser impulsionado, bem como o transporte de produtos típicos da agropecuária desenvolvida no Cariri.

A infraestrutura rodoviária da Região, inclusive nos municípios do extremo sul do Ceará que fazem divisa com Pernambuco e Paraíba receberam as melhorias. Brejo Santo e Mauriti, por exemplo, ganharam quase 55,5 quilômetros (km) de asfalto restaurados em dois trechos da rodovia CE-397.

Contabilizando apenas Brejo Santo, são 22,3 quilômetros com nova pavimentação, desde a sede do município até o distrito de Poço do Pau. A melhoria chega ao acesso da BR-116 e CE-496 em direção a Pernambuco.

Em Mauriti, vai da sede até a divisa com a Paraíba, interligando 33 km do trecho da CE-397 com a CE-384, e passando pelo distrito de São Miguel.

“Entregamos mais dois trechos viários para a população caririense na CE-397, que passou por revestimento asfáltico em tratamento superficial duplo, drenagem superficial e profunda, incluindo drenagem na zona urbana de Brejo Santo. Isso garante mais trafegabilidade para os que ali vivem e tiram seu sustento da agricultura familiar”, detalha o gerente de Obras Rodoviárias da SOP, Quirino Ponte, no balanço.

O Governo do Ceará ainda informa que o trecho de Brejo Santo vai receber nova sinalização vertical e horizontal nas próximas semanas. 

Todas as melhorias na CE-397 beneficiam pelo menos sete comunidades que ficam às margens da rodovia: São Sebastião, Boa Vista e Poço do Pau em Brejo Santo; e Coité, São Miguel, Nova Santa Cruz e Maraguá em Mauriti. (Com Airton Lima Jr., do Governo do Estado)

 

 

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Instituto Euvaldo Lodi Ceará lança palestras gratuitas para o aperfeiçoamento profissional

Economia
16:03 | Set. 06, 2021
Autor Laura Beatriz
Foto do autor
Laura Beatriz Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Instituto Euvaldo Lodi Ceará lança a Jornada IEL Desenvolvimento de Carreiras com palestras gratuitas para o aperfeiçoamento profissional. A atividade é uma ação do Programa de Orientação de Carreira do IEL Ceará.

A ideia é proporcionar aos jovens uma preparação com foco nas competências do futuro do trabalho, além de possibilitar um redirecionamento para os profissionais que não estão mais felizes com suas carreiras e buscam fazer uma transição.

“As palestras irão ajudar as pessoas a entender o mercado de trabalho e como ele está sendo impactado por tantas mudanças. Vamos falar sobre tendências e também ferramentas para recolocação profissional. Além disso, a jornada será um estímulo para que os profissionais invistam no aprendizado contínuo. A dedicação constante à aquisição de conhecimento e ao desenvolvimento de habilidades confere ao candidato um perfil diferenciado e competitivo”, destaca, em nota, Alina Sales, coordenadora de Trilhas de Carreiras do IEL Ceará.

Confira a programação da Jornada IEL Desenvolvimento de Carreiras:

Mundo do trabalho, tendências das profissões e apresentação de ferramentas para recolocação profissional.
DATA: 06/09/2021
PALESTRANTE: Alina Sales
HORÁRIO: 16h até 18h

Cresça e apareça no mercado de trabalho!
As habilidades comportamentais do presente, quais são elas?
DATA: 13/09/2021
PALESTRANTE: Mariana Fortaleza
HORÁRIO: 16h até 18h

Construa um currículo de sucesso!
Técnicas de construção de currículo personalizado para atender a proposta da vaga desejada.
DATA: 20/09/2021
PALESTRANTE: Alina Sales.
HORÁRIO: 16h até 18h

Como ser bem-sucedido no trabalho
Aprenda sobre diferencial competitivo, resiliência e construção para o autodesenvolvimento.
DATA: 27/09/2021
PALESTRANTE: Mariana Fortaleza
HORÁRIO: 16h até 18h


Estratégias de empregabilidade
Como estar preparado para as futuras oportunidades.
DATA: 04/10/2021
PALESTRANTE: Alina Sales
HORÁRIO: 16h até 18h

Atitudes vencedoras em tempos difíceis
Como se adequar às mudanças atuais.
DATA: 11/10/2021
PALESTRANTE: Djanira de Sousa
HORÁRIO: 16h até 18h

Perspectivas e tendências do futuro do trabalho
Motivação para aprender algo novo de forma constante.
DATA: 18/10/2021
PALESTRANTE: Djanira de Sousa
HORÁRIO: 16h até 18h

Serviço

Inscrições pelo link https://linkme.bio/ielceara/ 

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Obra de urbanização da orla da Barra do Ceará será entregue no começo de 2022

ECONOMIA
12:46 | Set. 06, 2021
Autor Alan Magno
Foto do autor
Alan Magno Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O andamento das obras do projeto Beira-Rio, que implementará ações de reurbanização na orla da Barra do Ceará em Fortaleza não foi afetado pela pandemia de Covid-19 e o cronograma de entrega será mantido. A avaliação foi feita pelo prefeito da Capital, José Sarto Nogueira (PDT), na manhã desta segunda-feira, 6 de setembro. 

Em transmissão ao vivo nas redes sociais, o gestor municipal se comprometeu a entregar todo o projeto  urbanístico e socioeconômico ainda no primeiro semestre do próximo ano. Sem data específica, Sarto afirmou mais de uma vez que as obras serão entregues "no começo de 2022". 

As intervenções no local estão orçadas em R$ 7,8 milhões a serem aplicados na implementação de quadras de areia, pavimentação, projetos paisagísticos e quiosques. Além de bicicletários, vagas de estacionamento e a revitalização da Praça Santiago, conhecida como o Marco Zero de Fortaleza.

LEIA TAMBÉM

Ao lado do secretário da Infraestrutura de Fortaleza, Samuel Dias, o gestor ponderou ainda que serão entregues 30 quiosques para abrir novos permissionários que queiram atuar no local após entrega do projeto e garantiu que todos os comerciantes que já desenvolviam alguma atividade na região de intervenção das obras serão amparados com infraestrutura para voltarem a operar na região. 

"Nós governamos para periferia, para você e para quem mais precisa. Todos que já atuavam aqui terão plenas condições de voltarem para cá e tirar daqui da orla da Barra o seu sustento", pontuou Sarto. Ao todo, 33 mil metros quadrados de orla serão revitalizados. 

Em paralelo às intervenções urbanísticas, o secretário Samuel Dias afirmou que todas as famílias que foram afetadas pelas obras e que tiveram as casas demarcadas em áreas de risco de erosão serão desapropriadas e indenizadas até o fim das obras. 

"Na área de construção do muro de contenção, todas as famílias que foram desapropriadas, serão realocadas e indenizadas. Estamos tirando uma área de risco e entregando um lugar seguro, bem equipado e com potencial de desenvolvimento", reforça Samuel.

Sarto destacou que após a entrega das obras, a região será um dos focos de investimento na Capital e que a construção foi pensada como mecanismo de impulsionamento econômico para região. 

O projeto vem de gestões municipais anteriores e se une ao Vila do Mar, no qual intervenções estruturais e sociais foram realizadas nos bairros Pirambu, Cristo Redentor e Barra do Ceará. O plano urbanístico foi escolhido para reforma através do projeto Você Faz Fortaleza, no qual foram distribuídos totens onde a população selecionou espaços a serem requalificados. A Barra do Ceará foi a segunda mais votada.

Veja maquete ilustrativa do Projeto Beira-Rio


Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags