Participamos do

Obra de urbanização da orla da Barra do Ceará será entregue no começo de 2022

O andamento do projeto urbanístico e socioeconômico foi vistoriado pelo prefeito Fortaleza, José Sarto Nogueira (PDT), na manhã desta segunda-feira, 6 de setembro
12:46 | Set. 06, 2021
Autor Alan Magno
Foto do autor
Alan Magno Estagiário de jornalismo
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O andamento das obras do projeto Beira-Rio, que implementará ações de reurbanização na orla da Barra do Ceará em Fortaleza não foi afetado pela pandemia de Covid-19 e o cronograma de entrega será mantido. A avaliação foi feita pelo prefeito da Capital, José Sarto Nogueira (PDT), na manhã desta segunda-feira, 6 de setembro. 

Em transmissão ao vivo nas redes sociais, o gestor municipal se comprometeu a entregar todo o projeto  urbanístico e socioeconômico ainda no primeiro semestre do próximo ano. Sem data específica, Sarto afirmou mais de uma vez que as obras serão entregues "no começo de 2022". 

As intervenções no local estão orçadas em R$ 7,8 milhões a serem aplicados na implementação de quadras de areia, pavimentação, projetos paisagísticos e quiosques. Além de bicicletários, vagas de estacionamento e a revitalização da Praça Santiago, conhecida como o Marco Zero de Fortaleza.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

LEIA TAMBÉM

Ao lado do secretário da Infraestrutura de Fortaleza, Samuel Dias, o gestor ponderou ainda que serão entregues 30 quiosques para abrir novos permissionários que queiram atuar no local após entrega do projeto e garantiu que todos os comerciantes que já desenvolviam alguma atividade na região de intervenção das obras serão amparados com infraestrutura para voltarem a operar na região. 

"Nós governamos para periferia, para você e para quem mais precisa. Todos que já atuavam aqui terão plenas condições de voltarem para cá e tirar daqui da orla da Barra o seu sustento", pontuou Sarto. Ao todo, 33 mil metros quadrados de orla serão revitalizados. 

Em paralelo às intervenções urbanísticas, o secretário Samuel Dias afirmou que todas as famílias que foram afetadas pelas obras e que tiveram as casas demarcadas em áreas de risco de erosão serão desapropriadas e indenizadas até o fim das obras. 

"Na área de construção do muro de contenção, todas as famílias que foram desapropriadas, serão realocadas e indenizadas. Estamos tirando uma área de risco e entregando um lugar seguro, bem equipado e com potencial de desenvolvimento", reforça Samuel.

Sarto destacou que após a entrega das obras, a região será um dos focos de investimento na Capital e que a construção foi pensada como mecanismo de impulsionamento econômico para região. 

O projeto vem de gestões municipais anteriores e se une ao Vila do Mar, no qual intervenções estruturais e sociais foram realizadas nos bairros Pirambu, Cristo Redentor e Barra do Ceará. O plano urbanístico foi escolhido para reforma através do projeto Você Faz Fortaleza, no qual foram distribuídos totens onde a população selecionou espaços a serem requalificados. A Barra do Ceará foi a segunda mais votada.

Veja maquete ilustrativa do Projeto Beira-Rio


Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags