PUBLICIDADE
Economia
Noticia

Fabricante disponibiliza dois veículos para hospital de campanha no PV

Com obras iniciadas no dia 23 de março, o hospital no estádio Presidente Vargas já está recebendo pacientes

Lucas de Paula
20:13 | 20/04/2020
Um dos carros disponibilizados para auxiliar combate ao coronavírus no hospital do PV
Um dos carros disponibilizados para auxiliar combate ao coronavírus no hospital do PV (Foto: Divulgação / Citroën)

O grupo ADTSA, responsável pelas concessionárias Pigalle, Regence, Silcar e Meira Lins, disponibilizará, a partir desta quarta-feira, 22, dois carros furgões para o hospital de campanha instalado no Estádio Presidente Vargas (PV). Um dos veículos é de carga e o outro conta com espaço para 14 passageiros.

Os veículos ficarão a serviço da unidade hospitalar, estando disponíveis para transporte de carga, de médicos e até mesmo pacientes, a depender da prioridade apontada pela gestão do hospital para uso dos automóveis.

De acordo com Ricardo Feitosa, 37, superintendente no Grupo ADTSA, a iniciativa partiu da vontade de contribuir com Fortaleza em meio à pandemia do novo coronavírus. “Preocupados com a situação atual, queríamos ser úteis de alguma maneira. A solução que a gente encontrou foi ceder carros da nossa frota”, afirma o superintendente.

Os cuidados de prevenção dentro dos automóveis continuarão sendo os mesmos tomados dentro de unidades hospitalares. “Vai ser como se fosse uma extensão do hospital e por isso estarão atentos aos protocolos de higiene”, afirma.

Com obras iniciadas no dia 23 de março, o hospital está recebendo pacientes desde sábado, 18. Ao todo, ele terá capacidade para 204 pacientes e com possibilidade de ganhar ampliação para até 306. Serão 51 leitos de UTI e 17 enfermarias e farmácias, totalizando o investimento R$ 4 milhões pela Prefeitura.

O Ceará já possui nesta segunda-feira, 20, 3.487 casos confirmados do novo coronavírus, 181 a mais que no domingo, 19. Agora o número de mortes é de 206, 17 a mais que no dia anterior. As informações são da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), até as 17 horas de hoje.

 

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >