PUBLICIDADE
Curiosidades
NOTÍCIA

Imagens de altíssima resolução revelam pela primeira vez a deterioração do Titanic

As imagens, feitas a 3.810 metros de profundidade, são as primeiras do Titanic em mais de 14 anos

17:06 | 22/08/2019
Imagens serão usadas na criação de modelos 3D
Imagens serão usadas na criação de modelos 3D(Foto: Victor Vescovo/reprodução/vídeo)

Imagens inéditas, de altíssima resolução, revelam pela primeira vez o grau de deterioração dos destroços do transatlântico Titanic. O material foi captado pela equipe do explorador Victor Vescovo. Vídeo revela o estrago feito pelas bactérias no fundo do oceano Atlântico.

As imagens, feitas a 3.810 metros de profundidade, são as primeiras do Titanic em mais de 14 anos. As informações são da Reuters.

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por O POVO Online (@opovoonline) em

A expedição de Vescovo construiu veículo submarino específico para esse tipo de exploração. A equipe fez cinco mergulhos até os destroços do navio. As imagens foram captadas no começo de agosto.

Modelos 3D

A partir de medições feitas, serão construídos modelos #D do Titanic para plataformas de realidade virtual.

História do naufrágio do Titanic

O Titanic colidiu com um iceberg na noite de 14 de abril de 1912, com 2.223 pessoas a bordo. Na madrugada de 15 de abril, o navio afundou. Morreram 1.517 pessoas.

A tragédia do naufrágio virou filme estrelado por Kate Winslet e Leonardo di Caprio e dirigido por James Cameron.

Redação O POVO Online