PUBLICIDADE
Brasil
SÃO PAULO

Titanic vira brinquedo inflável em shopping e gera polêmica

Usuários na internet questionaram o uso da tragédia náutica na brincadeira. Assessoria do Santana Parque Shopping diz que apenas um cliente questionou o nome

09:40 | 17/01/2018

(Foto: Reprodução/ Santana Parque Shopping)

Uma grande embarcação inflável que “naufraga” em um mar de bolinhas azuis está no pátio do Santana Parque Shopping, em São Paulo. A atração faz referência ao Titanic, navio britânico, que naufragou em abril de 1912, deixando cerca de 1.500 mortos. No topo do Magic Titanic, o nome do brinquedo, crianças e adultos escorregam em direção às 464 mil bolinhas que os esperam na parte de baixo. Além do nome, as cores do brinquedo também fazem referência à tragédia náutica.


A administração do Santana Parque Shopping afirma que a escolha do nome não teve influência no sucesso da atração. No sábado, 13, quando o brinquedo completava três dias, cerca de mil pessoas visitaram o brinquedo. “Acho que o lúdico e a brincadeira valem muito mais do que a tragédia. Só sabe mesmo da tragédia quem é mais velho. O naufrágio e o filme (de James Cameron, de 1997) são muito antigos”, diz o gerente de marketing Marcos Maltez em entrevista à Veja.


Reclamações e questionamentos sobre o brinquedo ganharam espaço no Twitter. “Um shopping coloca um escorregador inflável no formato do Titanic… É tipo fazer um trampolim das torres gêmeas, não?”, escreve um usuário. “O Santana Parque Shopping instalou um tobogã gigante que é o Titanic naufragando. 1500 pessoas morreram, gente. Que profunda falta de respeito. Acho que é o que acontece quando uma coisa vira, acima de tudo, cultura pop “, publicou outra.


Não há restrição de idade para brincar no navio – apenas a obrigatoriedade da presença dos pais ou responsáveis em casos de menores de 3 anos. Para se divertir no brinquedo, é necessário desembolsar R$ 20 (por meia hora) e mais 50 centavos por minuto excedente.

Redação O POVO Online