Participamos do

Bispo da Diocese de Quixadá renuncia ao cargo após completar 75 anos

Dom Ângelo deverá voltar para a Diocese de Franca, em São Paulo, onde era padre
12:18 | Dez. 16, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O bispo Dom Ângelo Pignoli, da diocese de Quixadá, teve a renúncia aceita pelo papa Francisco nessa quarta-feira, 15. O procedimento tradicional é feito sempre que um bispo completa 75 anos. Novo administrador diocesano deverá ser eleito em até oito dias para ocupar o lugar de Dom Ângelo.

“Quando se recebe uma resposta afirmativa do pedido de renúncia, e quando esta resposta é publicada no Boletim Oficial do Vaticano e divulgada pela CNBB (Conferência Nacional do Bispos do Brasil), o bispo atual se torna emérito, e a Diocese fica vacante a partir desse momento”, disse a Diocese em nota.

 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

De acordo com a diocese do município, o padre eleito deverá ficar no cargo até que um outro bispo seja nomeado pelo papa Francisco para Quixadá.

Dom Ângelo deverá voltar para a Diocese de Franca, no interior de São Paulo, onde trabalhou por mais de 30 anos como padre. O bispo emérito estava desde 2007 na Diocese de Quixadá. Italiano, Dom Ângelo emigrou com a família para o Brasil com 14 anos.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags