Participamos do

Polícia prende mulher suspeita de participação na chacina de Juazeiro do Norte

Crime ocorreu há mais de três meses e já resultou na prisão de sete pessoas. Durante a chacina, cinco pessoas da mesma família foram mortas

Uma mulher de 35 anos suspeita de participação na chacina que deixou cinco pessoas da mesma família mortas, em Juazeiro do Norte, foi presa pela Polícia Civil do Ceará (PC-CE) no último domingo, 8. A captura foi realizada exatamente três meses após o crime, ocorrido na madrugada do dia 8 de fevereiro deste ano.

A Polícia Civil informou que a suspeita não possuía antecedentes criminais. Contudo, informações sobre a identidade e a participação dela no massacre não foram divulgadas. Com mais essa prisão, o número de pessoas capturadas por envolvimento na chacina subiu para sete.

A última prisão, no âmbito das investigações do caso, havia ocorrido no dia 12 de abril. O alvo foi um jovem de 20 anos, localizado pela PC-CE no bairro Jangurussu, em Fortaleza. A pedido da Delegacia Regional de Polícia Civil de Juazeiro do Norte (DRPC), a Justiça autorizou a prisão preventiva do suspeito. Ele já possuía passagens na polícia por crimes de homicídio, receptação e porte ilegal de arma de fogo.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

No dia 14 de fevereiro, uma semana após o crime, a PC-CE prendeu um jovem de 19 anos apontado como o mentor da chacina. Ele foi capturado no município de Bodocó, Interior de Pernambuco, a cerca de 115 quilômetros de Juazeiro. As diligências foram realizadas em parceria com a Polícia Civil do estado vizinho. O jovem já responde na Justiça pelos crimes de homicídio doloso —quando há intenção de matar—, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

As investigações sobre a matança continuam em andamento no Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa (NHPP) da DRPC de Juazeiro do Norte. O inquérito ainda apura se mais pessoas teriam participado direta ou indiretamente do crime. participação de mais pessoas no crime.

Com informações do repórter Guilherme Carvalho, da rádio CBN Cariri

OUÇA O PODCAST VOO 168 BASTIDORES

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar