Participamos do

Assaltante é condenado a 17 anos prisão após tentar matar criança de 10 anos durante roubo

Após atuação do Ministério Público do Ceará, o homem foi condenado por roubo majorado e tentativa de latrocínio
17:39 | Out. 13, 2021
Autor Jéssika Sisnando
Foto do autor
Jéssika Sisnando Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

José Leonardo Sousa Lira foi condenado a 17 anos e oito meses de reclusão por roubo majorado combinado com tentativa de latrocínio. O crime aconteceu em 15 de maio de 2018, quando ele roubou R$ 6.400 da vítima. Além disso, ele tentou matar uma criança de 10 anos de idade durante a ação criminosa. O julgamento foi no último dia 30 de setembro. O crime aconteceu na localidade de Várzea Grande, em Independência, no Ceará. 

De acordo com o Ministério Público do Ceará (MPCE), a prisão de Leonardo deve ser, inicialmente, em regime fechado. A denúncia do MPCE, do dia 31 de janeiro de 2019, aponta que o denunciado estava com outro homem não identificado durante o roubo e usou arma de fogo. Conforme o MPCE, as vítimas foram lesionadas.

"O crime de latrocínio está enquadrado no rol dos crimes complexos, nos quais há a fusão de dois ou mais tipos penais, consumando-se apenas quando preenchidos todos os seus elementos. Configura-se, portanto, com a conjugação da subtração patrimonial (roubo) e do resultado morte (homicídio) ou lesão corporal grave", informou o órgão.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O Ministério Público pediu a condenação do réu e reforçou que a responsabilização penal não possui nada que retire o fato ilícito ou o isente das penas.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags