Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Fórum estudantil incentiva debate entre jovens no Ceará

Evento ocorre entre os dias 8 e 9 de junho e visa incentivar o desenvolvimento de lideranças entre os jovens que sonham em entrar na universidade

Na manhã desta quarta-feira, 8, jovens estudantes de todas as regiões do Estado estiveram reunidos no Centro de Eventos do Ceará para a realização do Fórum Estadual dos Grêmios Estudantis. O encontro busca difundir conhecimento entre as lideranças e incentivar a participação dos estudantes na gestão das unidades de ensino. Neste ano, o tema do encontro é “Juventudes e participação democrática – inspirando, engajando e agindo no cotidiano escolar”.

Para Caroline Rodrigues, 17, que está no terceiro ano do ensino médio, em Maranguape, o apoio recebido pelos professores durante o período mais severo da pandemia serviu como incentivo para se tornar uma liderança estudantil. "Meus professores sempre me incentivaram, mesmo no remoto, a educação nunca parou. Desde o primeiro ano, eu comecei a me incentivar com a causa, foi renovador, mudou a minha vida".

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Caroline sonha em se tornar enfermeira em um futuro próximo e conta que presidir um grêmio estudantil e conciliar os estudos não é tarefa simples. Entretanto, a jovem destaca que os frutos da sua dedicação servem como motivação para seguir. "É muito complicado, é um momento de focar no Enem. Mas, em nenhum momento, vamos tirar a mão da juventude. Lutamos pelo direito educacional e social. Encontros como esse renovam as nossas expectativas", declara.

O trabalho realizado pela estudante já é reconhecido por outros colegas, é o que relata Lumena Gabriela, 17, que também almeja cursar enfermagem. "É preciso ser mais ativo na educação, é preciso representação. Meu interesse pelos estudos vem dos meus professores e da minha escola, mas também do trabalho dela (Caroline), que sempre incentivou todo mundo", relata.

O estudante Evanilson Costa, 17, de Independência, também esteve presente no encontro. O jovem é mais um que pensa em iniciar os estudos na área de enfermagem, a partir de 2023. Para ele, o evento é visto como uma oportunidade de crescimento.

"Vamos lutar pelos nossos direitos, o primeiro passo é estudar e conhecer. Busquem ser quem vocês são, não tenham vergonha de interagir. Procurem engajamento como líder, gremista ou monitor, vamos manter a escola viva", afirma.

A abertura do fórum contou com a participação da governadora Izolda Cela (PDT) e da secretária da Educação, Eliana Estrela. As atividades do evento seguem nesta quinta-feira, 9. O encontro contou com palestras e debates sobre o engajamento dos jovens em causas educacionais, étnico-raciais e ambientais, além de promover o incentivo à gestão participativa.

"Nós começamos a fortalecer essa ação de protagonismo dos estudantes para que eles possam com a energia, capacidade e criatividade ajudar os projetos que se desenvolvem nas escolas", destaca Izolda.

Dentre as centenas de estudantes, a empolgação de Márcia Moura, 16, chamava atenção. Aluna em Irauçuba, a jovem define o evento como uma chance única e aproveita para convocar outros colegas.

"É uma oportunidade que temos de trocar conhecimento e levar isso para a nossa escola. Acredito que a educação é algo que devemos ter na nossa bagagem. Aproveitem o tempo de vocês, o conhecimento é maravilhoso", finaliza.

A primeira edição do fórum havia sido realizada no ano de 2018, mas, devido à pandemia da Covid-19, o evento só voltou a ser realizado em 2021, de forma virtual. Após quatro anos, o encontro entre lideranças estudantis volta a ocorrer de modo presencial.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar