Participamos do

Tartaruga é encontrada por banhistas na Praia do Náutico em Fortaleza

A Polícia Militar isolou o local e entrou em contato com outros órgãos para prestar o auxílio necessário ao animal
21:11 | Mar. 26, 2022
Autor Ana Flávia Marques
Foto do autor
Ana Flávia Marques Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Uma tartaruga-verde encalhou próximo ao espigão do Náutico, em Fortaleza, neste sábado, 26 de março. O animal foi encontrado por banhistas e estava debilitado. O Instituto Verdeluz foi acionado e prestou os primeiros socorros.

Banhistas avistaram o animal saindo do mar e parando na areia por volta das 17h15. A Polícia Militar, que faz ronda no local, foi acionada e isolou a área. Em seguida, entrou em contato com outros órgãos para auxiliar no caso. O Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur) também foi ao local e prestou auxílio no isolamento da área.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A tartaruga estava debilitada e com feridas aparentes. Um representante do Instituto Verdeluz foi até o local e avaliou a situação, demonstrando preocupação com o estado do animal. Através do projeto GTAR, o Instituto estuda a vida de tartarugas marinhas, realizando trabalhos de educação ambiental, monitoramento e necropsias.

"No final da tarde nós recebemos uma ligação a respeito de uma tartaruga marinha encalhada com vida na Praia do Náutico, nossa equipe se mobilizou e foi até o local para fazer os primeiros socorros. Foi feita uma manobra de desafogamento e após um tempo ela passou a responder melhor os estímulos feitos pela equipe", relata Ruama Rufino, oceanógrafa e coordenadora de campo do projeto Gtar do Instituto Verdeluz.

"Se trata de um animal jovem, bastante debilitado, fêmea. É uma tartaruga verde (Chelonia mydas). Ela vai passar a noite em observação e vai ser transportada o mais breve possível para o projeto cetáceos da Costa branca em Areia Branca no Rio Grande do Norte", explica.

O Instituto Verdeluz pode ser acionado sempre que for encontrado uma tartaruga, sendo viva ou morta. "As vivas não devem ser devolvidas ao mar, pois pode piorar a situação de saúde dela", ressalta Ruama. O número para contato nesses casos é o (85) 987212426.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Leia Mais.

Aceitar