PUBLICIDADE
Ceará
NOTÍCIA

Orientação para familiares e amigos de jovem com suspeita de coronavírus no CE é evitar aglomerações

O jovem chegou ao Estado no último dia 17 de janeiro, depois de passar três meses na China. Novos casos suspeitos de coronavírus no Brasil, incluindo no Ceará, foram divulgados pelo Ministério da Saúde

20:22 | 29/01/2020
Los Angeles, 29 de janeiro de 2020, Passageiros chegam a cidade de Los Angeles, vindos da Asia, protegidos com mascaras, devido ao coronavírus. (Photo by Mark RALSTON / AFP)
Los Angeles, 29 de janeiro de 2020, Passageiros chegam a cidade de Los Angeles, vindos da Asia, protegidos com mascaras, devido ao coronavírus. (Photo by Mark RALSTON / AFP) (Foto: Mark RALSTON / AFP)

A Secretaria da Saúde de Sobral, em consonância com orientações do Ministério da Saúde (MS) e a Organização Mundial da Saúde (OMS), orienta que familiares e amigos do jovem que está internado em hospital com suspeita de coronavírus em Sobral, interior do Ceará, evitem aglomerações. A suspeita foi confirmada pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) nesta quarta-feira, 29. O paciente será transferido para o Hospital Regional Norte (HRN) ainda nesta noite.

O jovem chegou ao Ceará no último dia 17 de janeiro, depois de passar três meses na China. Após chegar em território cearense, ele chegou a viajar para o município de Tianguá, onde foi ao cinema e a uma festa.

Novos casos suspeitos no Brasil, incluindo no Ceará, foram divulgados pelo MS durante coletiva de imprensa nesta tarde. Além do caso suspeito em Sobral, há também três casos em São Paulo, dois em Santa Catarina, um no Rio de Janeiro, um em Minas Gerais e um no Paraná.

O que se sabe sobre o coronavírus

Ao todo foram 33 notificações de coronavírus no Brasil, sendo 9 considerados suspeitos, 4 descartados e 20 excluídas.

Veja lista de cuidados que se devem ter com o coronavírus:

evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;
realizar lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente;
utilizar lenço descartável para higiene nasal;
cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
manter os ambientes bem ventilados;
evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações.
Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).