PUBLICIDADE
Olimpíadas
NOTÍCIA

Conheça a escalada esportiva, nova modalidade das Olimpíadas

Dividido em três categorias, o esporte requer força, habilidade, resistência, flexibilidade e estratégia. Conheça a escalada esportiva, nova modalidade das Olimpíadas

22:40 | 20/07/2021
Categoria velocidade na escalada esportiva, modalidade nova nas Olimpíadas de Tóquio  (Foto: Divulgação/IFSC)
Categoria velocidade na escalada esportiva, modalidade nova nas Olimpíadas de Tóquio (Foto: Divulgação/IFSC)

Realizada entre os dias três e seis de agosto, a escalada esportiva está entre os cincos novos esportes que passaram a integrar as Olimpíadas. Entre surf, skate, caratê e beisebol/softball, a escalada é a nova modalidade que mais gerou dúvidas por ainda não ser tão popular no Brasil. A categoria possui três modalidades: velocidade, boulder e guiada, e cada escalador irá competir nas três categorias.

Inspirada na prática de montanhismo, a escalada esportiva é realizada em muros artificiais e a categoria só passou a ter competições oficiais a partir de 1980. Além de habilidade, força, resistência e flexibilidade, o esporte também exige estratégia. O principal objetivo dos atletas escaladores é chegar ao mais alto, no menor tempo possível. De forma estratégica, escolher a melhor sequência na via para atingir o objetivo é fundamental no desafio.

Olimpíadas: onde e como surgiram os Jogos Olímpicos

Olimpíadas: quem é Rayssa Leal, a mais jovem brasileira em Jogos Olímpicos

Olimpíadas: Douglas Souza, do vôlei, faz sucesso dentro e fora das quadras

Antes de começar a disputa pelas medalhas, os atletas irão passar por uma fase classificatória que será realizada nos dois primeiros dias; no dia três para o masculino e no dia quatro para o feminino. Apenas os oito competidores mais bem colocados seguem para as finais, que acontecem nos dias cinco e seis, para masculino e feminino, respectivamente.

Apesar do Brasil não competir na modalidade, grandes nomes do esporte para acompanhar não faltam. Entre eles, se destacam na categoria feminina, a campeã mundial da Eslovênia, Janja Garnbret, favorita ao ouro, e a jovem italiana Laura Rogora, um novo talento em ascensão. Na categoria masculina, as expectativas estão no pentacampeão mundial Adam Onda, da Repúbica Tcheca.

Entenda a escalada esportiva

Velocidade

Nesta modalidade, os atletas percorrem uma via fixa em uma parede com quinze metros de altura e cinco graus de inclinação negativa. Como o próprio nome já propõe, o desafio requer velocidade e vence quem chegar ao topo no menor tempo. Diferente das outras modalidades, a velocidade é disputada entre dois atletas ao mesmo tempo. Ao final, o próprio escalador deve apertar o botão para parar o cronômetro. A colocação será definida pelo tempo de execução.

Boulder

Em uma via diferente a cada competição, que são chamadas de “boulders”, a modalidade é competida individualmente. O uso de estratégia e raciocínio são os diferenciais neste desafio, pois um competidor não pode ver o outro em ação e só tem conhecimento sobre os “boulders” no momento em que for realizar a prova. O elemento surpresa das vias são um grande problema para os competidores.

Na etapa qualificatória cada atleta tem quatro vias a completar, enquanto na final são três, com tempos pré-definidos. Cada via ou “boulder”, só é concluída quando o escalador chega à última agarra chamada de “top”, Durante o percurso, também é importante que o competidor use agarras intermediárias, chamadas “zonas”, que contribuem para sua pontuação. Quanto mais tops e mais zonas, melhor a colocação.

Guiada

Com altura e uso de corda, esta modalidade é a que mais lembra a tradicional escalada em rocha. No entanto, assim como no “boulder”, as vias são diferentes a cada competição e os atletas também não podem ver os competidores. A guiada exige que os escaladores subam o mais alto possível em um tempo limite de seis minutos. A parede tem 15 metros de altura e ao escalar os competidores precisam passar a corda nas proteções, em sequência, à medida em que progridem na via. Caso essa regra não seja cumprida, a tentativa é encerrada.

As cordas dão margem para pequenas quedas e, conforme o avanço, o percurso vai ficando cada vez mais difícil, exigindo maior resistência, mas também proporcionando maior pontuação. As agarras de mão que são usadas pelos escaladores têm pontuações crescentes, da mais baixa para a mais alta, e o juiz avaliará qual foi a última utilizada e a pontuação correspondente. A via só será considerada concluída quando o escalador passar a corda na última proteção.

Olimpíadas de Tóquio: Cerimônia de Abertura; onde assistir ao vivo e horário

Olimpíadas de Tóquio: quais as modalidades terão nos Jogos Olímpicos

Olimpíadas de Tóquio: quanto custou os Jogos Olímpicos no Japão