Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Fortaleza será julgado pelo STJD por apagão no Castelão em jogo contra Palmeiras

A partida foi realizada no dia 10 de julho e foi válida pela 16° rodada do Brasileirão

O apagão na Arena Castelão na reta final do jogo entre Fortaleza e Palmeiras, válido pela 16° rodada do Brasileirão, pode custar caro ao Leão do Pici.

O clube foi denunciado no Artigo 211 do CBJD, na qual afirma: “Deixar de manter o local que tenha indicado para realização do evento com infraestrutura necessária a assegurar plena garantia e segurança para sua realização”. A pena prevista é de multa, que varia de R$ 100,00 à R$ 100.000,00 e interdição do local, quando for o caso, até a satisfação das exigências que constem da decisão.

O Tricolor será julgado pela 2° comissão disciplinar do STJD, em sessão marcada para o dia 9 de agosto, às 10 horas, no Plenário do STJD, no Rio de Janeiro.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Árbitro da partida, Wilton Pereira Sampaio relatou o fato na súmula.

Aos 44 minutos e 14 segundos do segundo tempo de jogo, a partida foi paralisada em razão de falta de iluminação adequada no estádio. Conforme previsto no regulamento geral das competições da CBF, foi aguardado o prazo de 30 minutos para reestabelecimento da iluminação.

Durante esse período, seguindo orientações do comandante do policiamento, foi solicitado que ambas as equipes aguardassem o tempo previsto em seus vestiários por questões de segurança. Após encerrado o prazo de 30 minutos, fomos informados pelo Sr. Rogério Nogueira Pinheiro (sec. de Esporte e Juventude do Estado do Ceará) e responsável pela administração da Arena Castelão, que houve uma sobrecarga elétrica e consequente queda da subestação 01 da Arena Castelão, não havendo previsão de retorno, conforme documento em anexo.

Dessa forma, foi comunicado aos responsáveis das equipes, Sr Marcelo Paz (presidente da equipe Fortaleza EC) e o Sr. Anderson Barros (diretor de futebol da equipe SE Palmeiras), que a partida foi suspensa em definitivo.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar