Participamos do

Vojvoda admite queda no desempenho do Fortaleza, mas reforça: "A responsabilidade é minha"

Técnico argentino assumiu que a equipe, na etapa inicial, jogou abaixo do que vinha apresentando nas rodadas anteriores. Mas, defendeu os jogadores e assumiu a responsabilidade pelo desempenho do time
10:13 | Dez. 07, 2021
Autor Juliete Costa
Foto do autor
Juliete Costa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Fortaleza jogou mal no primeiro tempo da partida diante do Cuiabá, em que foi derrotado pelo placar de 1 a 0, na Arena Pantanal. Esta foi a avaliação do técnico do Tricolor, Juan Pablo Vojvoda. Na coletiva pós-jogo, o argentino admitiu que o time não fez uma boa partida na etapa inicial, mas ressaltou a atuação no segundo tempo e assumiu a responsabilidade pelo desempenho da equipe.

“Acho que o primeiro tempo foi ruim. Eu comentei com os jogadores no intervalo. Eles estavam fazendo uma partida que não nos identificava. No segundo tempo, o time pode reagir e a partir de uma boa posse de bola, criar situação de gol. É verdade que no primeiro tempo o pênalti (para o Cuiabá) influenciou. Mas, eu tenho que reconhecer que nosso primeiro tempo foi ruim”, afirma.

“No primeiro tempo não tivemos posse de bola, não tivemos situações de gol. No segundo tempo isso virou. Tivemos mais chances de gol, mais e melhor posse de bola. Tivemos equilíbrio para encontrar melhores opções de passe”, complementa o treinador.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O comandante tricolor também falou sobre o desgaste físico dos jogadores na reta final do Campeonato Brasileiro. “No futebol, muitas vezes jogando a cada três dias, é muito difícil manter sempre o mesmo nível. Vamos tentar no próximo jogo fazer uma partida melhor que esta, tanto no primeiro quanto no segundo tempo. A parte física também é um aspecto importante nessas rodadas”, ressaltou Vojvoda.

No entanto, afirmou que o calendário apertado não é desculpa para o desempenho ruim e admitiu a responsabilidade pela má atuação da equipe. “Não esquecer que jogamos há 72 horas. Mas, não é desculpa. É verdade que o corpo dos jogadores sentem esse cansaço nesse final de Brasileirão. Mas, a responsabilidade é minha (pelo jogo ruim)”, destaca .

O treinador também defendeu os jogadores. “Só tenho motivos para agradecer aos jogadores. Hoje jogaram mal no primeiro tempo. Mas, quero lembrar que os jogadores corresponderam em momentos importantes. No momento que o Fortaleza precisava ganhar, o time correspondeu. Os jogadores formaram um grupo. Não é fácil conseguir o que o Fortaleza conseguiu durante este ano. Estou muito feliz com os jogadores que tenho. Mas, eles também são pessoas”, comenta.

Vojvoda destacou ainda os bons momentos do time na temporada e falou sobre a vontade da equipe em vencer o próximo jogo contra o Bahia. “Acho que a torcida está agradecida com o esforço dos atletas. A torcida viveu momentos muito felizes e vai viver no próximo ano um acontecimento único que é a fase de grupos da Libertadores. Na próxima partida acreditamos que enfrentaremos o Bahia com toda a nossa vontade de fazer uma boa partida e ganhar”, reforça o treinador.

O Fortaleza enfrenta o Bahia, na última rodada da Série A, nesta quinta-feira, às 21h30, no Castelão.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags