Participamos do

Sesa irá apurar se houve quebra de protocolo em treino aberto do Fortaleza

A Secretaria da Saúde do Estado afirmou, através de nota, que irá "tomar as providências cabíveis se necessário". Orientação para o uso de máscaras e exigência de carteira de vacinação serão alguns dos pontos investigados
17:40 | Nov. 16, 2021
Autor Mateus Moura
Foto do autor
Mateus Moura Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A torcida do Fortaleza encheu o centro de excelência Alcides Santos, na última segunda-feira, 15, para apoiar o Tricolor do Pici nas vésperas do Clássico-Rei contra o Ceará, que acontece quarta-feira, 17. Segundo estimativa do clube, mais de três mil pessoas estiveram presentes no Pici. Um dia após o treino aberto, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) publicou uma nota afirmando que irá apurar se houve quebra de protocolo por parte do Leão e que as providências cabíveis serão tomadas se necessário.

De acordo com o comunicado emitido pela Sesa, será verificado com a diretoria do clube tricolor se houve ou não a orientação pelo uso de máscaras e também se foi exigido alguma documentação referente ao ciclo de vacinação, mesmo protocolo utilizado em jogos na Arena Castelão.

 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Confira a nota emitida pela assessoria de comunicação da Sesa:

“A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), por meio da Coordenadoria de Vigilância Sanitária (Covis), vai entrar em contato com a diretoria do clube para apurar se foi exigida alguma documentação, saber também se houve ou não orientação pelo uso da máscara entre os torcedores. A Sesa tomou ciência, pelas redes sociais do Clube e pela imprensa, e, após a apuração, tomar as providências cabíveis se necessário.”

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags