Participamos do

Ronald indica postura do Fortaleza em semifinal e destaca campanha na Copa do Brasil

Volante pede para Tricolor manter modelo de jogo diante do Atlético-MG, no Mineirão, enaltece trajetória no torneio e parabeniza clube pelo aniversário de 103 anos
17:44 | Out. 18, 2021
Autor Afonso Ribeiro
Foto do autor
Afonso Ribeiro Repórter de Esportes
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Às vésperas do jogo de ida contra o Atlético-MG, o volante Ronald apontou a postura que o Fortaleza deverá adotar na próxima quarta-feira, 20, às 21h30min, no Mineirão, enalteceu a trajetória da equipe do Pici na atual edição da Copa do Brasil e admitiu motivação extra em busca da inédita vaga na final.

Com o primeiro duelo em Belo Horizonte, o meio-campista do Tricolor alerta que o time de Juan Pablo Vojvoda deve repetir o estilo de jogo intenso e ofensivo para tentar conquistar um resultado positivo e abrir vantagem no confronto de 180 minutos. Apesar disso, chama a atenção para o poderio do Galo, que é o líder do Campeonato Brasileiro.

"A postura tem que ser a mesma que a gente vem fazendo durante toda a competição, tanto na Copa do Brasil quanto no Campeonato Brasileiro. Nós somos um time muito aguerrido, com muita intensidade, e devemos mostrar isso para conseguir vencer o Atlético, porque sabemos também que é uma equipe muito forte, que não pode dar espaço. Eles têm jogadores muito qualificados, que já vestiram camisa da seleção brasileira e espanhola. Sabemos que devemos ter bastante atenção, mas estamos trabalhando muito forte desde janeiro até agora, chegamos aqui com muito mérito e tenho certeza que se entrarmos da mesma forma, conseguiremos um resultado positivo", explicou o camisa 14.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A disputa da semifinal já representa a melhor campanha do Leão no mata-mata nacional e rendeu pouco mais de R$ 17 milhões aos cofres. Ciente do peso histórico, Ronald almeja conquistar mais um feito com a camisa do clube.

"A motivação é outra. A gente busca fazer história dentro do clube. Quando eu cheguei, a primeira coisa que eu falei foi que queria fazer história dentro do clube e hoje estamos tendo essa oportunidade. A motivação é muito grande porque podemos chegar em uma final inédita, em que ninguém acreditou na gente, mas com muito merecimento chegamos até aqui e vamos buscar uma tão sonhada vaga na final", ponderou.

Entrevistado do dia nesta segunda-feira, 18, na capital mineira, o volante de 24 anos ainda aproveitou para parabenizar o Fortaleza pelo aniversário de 103 anos, revelou que se emociona com a história da equipe do Pici e espera dar a vaga na final da Copa do Brasil como presente.

"Queria parabenizar a instituição Fortaleza Esporte Clube pelos 103 anos de muita história. Desde o momento em que pisei nesse clube e vesti a camisa, me senti muito lisonjeado, muito honrado, porque é um clube gigante, com muita história. Às vezes, ouço as pessoas mais antigas do clube contando a história e me emociono, porque é um clube que merece estar vivendo o que está vivendo agora dentro do cenário nacional, buscando uma competição internacional como novidade. Isso é muito importante para a instituição, para o crescimento e me sinto feliz e honrado por isso. Tenho certeza que não só os torcedores, mas o presidente e o pessoal do clube merecem, sim, esse presente de aniversário, que é uma classificação histórica para a final da Copa do Brasil", disse.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags